Estratégias de vendas: 10 estratégias para bater metas e conquistar mais clientes

Pedro D'Angelo
Estratégias de vendas: 10 estratégias para bater metas e conquistar mais clientes

Encontrar novas pessoas para comprar seu produto ou serviço é uma parte importante de todo o processo de vendas. Essa missão pode ser difícil para algumas pessoas, mas se seu objetivo é aumentar as vendas, você precisa descobrir quais estratégias de vendas serão as mais eficaz para encontrar e conquistar o seu cliente ideal.

Você oferece um ótimo produto, mas não está conquistando os clientes certos para comprá-lo? Tudo bem, essas estratégias de vendas ajudarão. Você não tem certeza de como abordar seus clientes ou tem não está conseguindo passar sua mensagem? Tudo bem também. Continue lendo para descobrir dicas importantes para abordar o consumidor!

Continue lendo e use as estratégias, dicas e técnicas de vendas a seguir para obter mais clientes que comprarão seus produtos. E claro, clientes que poderão se tornar fiéis ao longo do tempo!

10 estratégias de vendas para bater metas e conquistar clientes fiéis

O objetivo desse artigo é oferecer dicas de estratégias de vendas que englobem todo o processo e a jornada do cliente.

Alguns dos itens a seguir vão ajudar no seu planejamento de vendas, outras vão dizer respeito à forma como abordar o cliente, algumas podem ensinar sobre mensuração dos resultados. O importante é dar atenção a todas e encontrar quais ainda não são bem aproveitadas ou utilizadas na rotina da sua operação comercial.

E claro, colocar tudo em prática o quanto antes!

1. Defina seu cliente ideal

Você já deve ter ouvido a expressão “atirar para todo lado”, certo? Se conhece o ditado, também deve saber que ele significa dedicar esforço para vários alvos e, no fim, talvez não acertar nenhum deles.

Nas estratégias de vendas, atirar para todo lado é uma ideia totalmente equivocada.

Por isso, a primeira estratégia para vender mais e melhor é definir corretamente o seu alvo.

Quem é a pessoa com maior probabilidade de comprar seu produto e comprá-lo imediatamente? Crie um “avatar” desse cliente, uma representação dele – ou seja, uma buyer persona.

A buyer persona é a representação do seu cliente ideal, por meio de um personagem que carregue suas principais características.

Para elaborar uma buyer persona, você deverá responder a perguntas específicas sobre os clientes, como:

  • Quantos anos eles tem?
  • Eles são homens ou mulheres?
  • Eles têm filhos?
  • Quanto eles ganham?
  • Qual seu nível de escolaridade?
  • Quais seus hobbies?
  • Quais são suas ambições e o que buscam para satisfazer suas necessidades?

Uma pesquisa de buyer persona é o primeiro passo para fazer esse trabalho de identificação. Só com os resultados em mãos e as personas elaboradas você deve seguir para as próximas estratégias de vendas.

Recomendado para você:  O que é Buyer Persona? Conceito e modelo de questionário de pesquisa

2. Ofereça soluções reais para problemas reais

As pessoas não compram produtos, elas compram os resultados que o produto trará.

Muitos vendedores ainda adotam estratégias de vendas que ignoram o que realmente está sendo entregue para seus clientes em potencial: soluções para problemas.

Quando você guia seu discurso de vendas abordando preços, descontos e apenas a sua oferta financeira, você imediatamente mostra ao cliente que não tem empatia por sua situação.

Nesse exemplo, você nem está tentando entender as necessidades do cliente, que é o primeiro passo para fornecer soluções significativas que realmente os transformem em clientes fiéis e satisfeitos.

Sua estratégia de vendas precisa partir de como você pode ajudar seu cliente em potencial a resolver seus problemas.

A solução de problemas deve ser o foco pois, durante o início de uma conversa de vendas, seu possível cliente provavelmente não entende completamente os benefícios do que você está vendendo. A última coisa que você quer fazer é tratar imediatamente seu produto ou serviço como uma mercadoria, em vez de uma solução valiosa para as necessidades reais que eles têm. Faça o possível para pesquisar as necessidades dos clientes com antecedência e inicie sua conversa já abordando o valor que você consegue entregar de verdade para eles.

3. Encontre e desenvolva suas vantagens competitivas

Ok, você deve acreditar que seu produto ou serviço é incrível. Isso pode ser verdade, mas ele se destaca em relação aos concorrentes?

Para conseguir vender mais e conquistar clientes importantes no seu mercado, você deve conhecer bem a forma de como se sobressair a concorrência.

Para isso, você deve definir sua vantagem competitiva. Isto é, o motivo da compra de seus produtos ou serviços, em termos de benefícios e resultados que seu cliente terá  ao adquirir seu produto que ele não desfrutaria totalmente ao adquirir o produto do concorrente .

Concentre-se nos benefícios do que torna seu produto melhor que outros e, claro, isso deverá ser feito a partir de uma boa análise da concorrência.

Recomendado para você:  5 pesquisas de mercado para ajudar na sua análise de concorrência

4. Use o marketing de conteúdo e mídias sociais a seu favor

Existem muitas outras maneiras de levar seu produto a seus clientes por meio de alguma estratégia de marketing.

Além da efetividade, a melhor parte é que várias dessas estratégias são gratuitas. Você pode usar as mídias sociais, como Facebook, Instagram e até o seu blog, como vantagem para as estratégias de vendas. Ao criar relacionamentos com seus clientes por meio desses canais, você pode acessar mais pessoas do que nunca.

Alguns dos benefícios do marketing de conteúdo incluem:

  • Mais acesso a leads qualificados, que já tiveram algum contato com seu conteúdo;
  • Mais canais para vender seu produto;
  • Custos mais baixos para adquirir clientes;
  • Possibilidade de construir melhores relacionamentos;
  • E a possibilidade de se tornar uma autoridade no seu mercado!
Recomendado para você:  Estratégia de conteúdo: como planejar, executar e mensurar resultados

5. Defina o preço certo

Um fator de compra decisivo para todo consumidor é o preço. Mesmo que o preço não seja o principal motivo para um cliente seu, ele definitivamente tem algum tipo de peso na tomada de decisão.

Por isso, você deve ter duas informações importantes:

  • Quanto seu cliente quer, espera e pode pagar pelo produto ou serviço;
  • E quanto seu concorrente cobra pelo mesmo produto ou serviço.

Faça uma pesquisa de mercado com seus consumidores para determinar o preço certo. Se você possui um produto de alto preço, esteja preparado para oferecer qualidade demais aos seus clientes. O preço pode ser determinado pelo “valor percebido” do seu produto. Se você pode fazer com que seu produto pareça superior aos seus concorrentes, pode cobrar um preço mais alto. Tudo vai depender do que o seu consumidor acha dessas estratégias.

Recomendado para você:  O que é roadmap de produto e como fazer seu roteiro passo a passo

6. Fidelização de clientes: concentre-se em manter seu cliente para sempre!

Uma vez cliente da marca, sempre cliente da marca. 

Tente colocar essa frase como um verdadeiro mantra do time de vendas.

Depois que um cliente compra seu produto, isso não deve ser o fim do seu relacionamento com ele. Pelo contrário! Concentre-se em manter um relacionamento com seu cliente. Isso criará apenas mais confiança e agregará valor ao seu produto.

A fidelização de clientes também garante lucro recorrente e, melhor ainda, a possibilidade de conquistar advogados da marca.

Recomendado para você:  Como fidelizar clientes: 3 indicadores de satisfação e lealdade que você precisa conhecer

7. Ofereça algo gratuitamente aos clientes em potencial

Essa é uma dica que nem toda empresa consegue seguir facilmente, devido ao tipo de produto ou serviço oferecido. Ainda assim, dê atenção a essa possibilidade.

É mais provável que seu cliente ideal compre seu produto se você puder dar uma prévia para experimentar. Essa prévia pode ser uma amostra grátis de um produto, mas pode ser muito mais que isso.

Nem toda empresa pode oferecer seu produto gratuitamente, mas existem outras estratégias de vendas que dão brindes e vantagens gratuitamente para o público.

Você pode gravar um pequeno vídeo do seu produto em ação, ofereça a eles um conteúdo gratuito de excelente qualidade, oferecer alguns dias para testar gratuitamente o serviço, por exemplo. Faça o que puder e deixe seus clientes animados com o que virá a seguir!

8. Elabore a mensagem e a abordagem de vendas mais clara possível

Não importa se sua abordagem será pelo telefone, por email ou até presencialmente.

Sua mensagem deve ser sempre muito clara que vender mais e mais efetivamente.

Escolha um ou dois benefícios de seus produtos e indique-os claramente no título de vendas. Deixe claro para seus clientes exatamente o que seu produto fará por eles. Seja o mais específico possível para conquistar a confiança do consumidor e, mais que isso, garantir que ele sairá satisfeito com a compra.

Se o seu produto tiver vários benefícios, crie mensagens de vendas para diferentes clientes com os quais eles possam se relacionar.

9. Trabalhe bem o pós-venda

Depois de fechar uma venda, é hora de criar um novo contato com o cliente para criar um relacionamento e tentar conquistá-lo de vez.

Esse é o momento de mostrar que a marca se importa com ele e pretende ouvi-lo e oferecer a melhor experiência ao cliente possível.

O pós-venda é uma das estratégias de vendas mais importantes para quem quer cumprir essa missão e fidelizar o consumidor.

Depois de vender, entram em cena uma série de ações que o time comercial deve concretizar para garantir satisfação e clientes que voltam a comprar. Clique no link a seguir para entender o que é pós-venda e como fazer as ações certas.

10. Ouça a opinião do seu cliente

Não dá para passar por todas essas estratégias de vendas sem se perguntar: ok, e qual é a opinião do cliente sobre tudo isso?

Por isso, a dica final é ouvir o que o cliente tem a dizer.

Criar canais de relacionamento com o cliente ao longo do processo de vendas é importante – mas não pare por aí. Depois de vender ou de atender, invista esforços em pesquisar a satisfação do cliente.

O feedback do seu cliente vai te beneficiar de duas formas básicas:

  1. Você saberá o que funciona na sua abordagem de vendas e no seu produto – e o que não funciona e precisa de melhorias.
  2. Você confere ao cliente a chance de dar sua opinião e ser ouvido. Isso pode criar maior confiança e estreitar o relacionamento entre cliente e marca.

Por isso, experimente inserir as pesquisas de satisfação para ouvir seus clientes. Esse tipo de pesquisa é extremamente eficaz para avaliar os mais diversos pontos do seu atendimento, abordagem de vendas, e dos atributos do seu produto sob a ótica do cliente.

Uma simples pesquisa de NPS, por exemplo, pode trazer insights importantíssimos com apenas uma pergunta!

Não pare por aqui o seu aprendizado sobre estratégias de vendas focadas na satisfação do cliente. Aproveite que chegou ao fim dessas dicas e leia também nosso ebook sobre pesquisas de satisfação do cliente. É só clicar no banner abaixo e acessar!

Também poderá gostar de:

AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.