7 dicas para vender bem na Black Friday

7 dicas para vender bem na Black Friday

A Black Friday vem se tornando uma data cada vez mais importante no comércio do país. Cada vez mais, empresas vêm investindo nesse período e oferecendo grandes descontos aos consumidores.

Nesse sentido, muitas pessoas economizam para comprar produtos de diversas categorias por um preço mais acessível na Black Friday. No entanto, algumas empresas ainda não oferecem descontos reais aos consumidores, gerando uma certa desconfiança sobre a credibilidade desses descontos.

Apesar disso, a notícia boa é que, como os consumidores vêm ficando cada vez mais atentos, os falsos descontos vêm caindo gradativamente – afinal de contas, nenhuma empresa quer ficar com essa péssima reputação, não é mesmo? Além disso, existem comparadores de preço, como a Econovia e o Buscapé, que facilitam a vida dos consumidores, evitando golpes.

Considerando a importância dessa data para o setor de marketing e vendas, eu reuni neste post 7 dicas importantes para que você venda bem na data e colha bons resultados. Vamos lá?

O que é Black Friday?

Antes de mais nada, é importante entender o contexto e o significado da data para o varejo. O termo “Black Friday” surgiu no século XIX nos Estados Unidos e está diretamente relacionada a um dos feriados mais importantes do país: o Dia de Ação de Graças, que ocorre nas últimas quintas-feiras de novembro. 

Na década de 1950, o termo passou a ser entendido como o dia seguinte ao feriado, em que as pessoas costumavam faltar ao trabalho. Nesse sentido, as pessoas aproveitavam a “folga” para poderem fazer compras pré-natalinas.

A partir disso, o comércio começou a aproveitar a data para oferecer descontos, até chegar no formato em que conhecemos hoje, que é o dia que inaugura a temporada de compras para o natal, com grandes ofertas e descontos exclusivos para o momento. 

Além disso, muitos comércios também utilizam a expressão “black week” para oferecer descontos durante toda a semana da Black Friday. Algumas lojas online também fazem campanhas da “cyber monday”, que acontece na segunda-feira após a Black Friday, no intuito de incentivar compras online com descontos.

Black Friday no Brasil

A Black Friday se consolidou no país em 2010. A princípio, somente as lojas do e-commerce ofereciam descontos para a data. No entanto, na medida em que a data foi se popularizando no Brasil, lojas físicas de todos os segmentos foram aderindo ao evento.

Apesar de não comemorarmos o Dia de Ação de Graças no Brasil, a data da Black Friday se manteve a mesma dos EUA. Sendo assim, o evento acontece sempre na última sexta-feira de novembro.

Hoje em dia, com a popularização da data no país, a maior parte do comércio, principalmente as grandes lojas, resolveram aderir ao movimento. Nesse sentido, a Black Friday é uma das datas mais importantes para o varejo no Brasil atualmente.

Dicas Black Friday: produtos mais procurados na data

A Black Friday abrange diversas categorias de produtos e serviços. No entanto, de acordo com o site oficial da Black Friday Brasil, alguns dos mais procurados pelos consumidores na data são:

  • Celular/Smartphone
  • Eletrodomésticos
  • Televisores/Vídeo
  • Informática
  • Móveis/Decoração
  • Vestuário

Dicas para vender na Black Friday

Se a sua empresa pretende disponibilizar ofertas e descontos na Black Friday, então a seguir algumas dicas que eu separei para uma campanha de sucesso na data.

1- Conheça o seu público e o que ele busca

Antes de mais nada, é fundamental que você entenda bem o perfil e os hábitos de compra do seu público-alvo. Nesse sentido, será mais fácil identificar o que o seu consumidor pretende comprar na Black Friday.

Para isso, a pesquisa de mercado voltada para a buyer persona será uma grande aliada. Por meio dela, você poderá identificar como o seu consumidor se comporta e traçar uma estratégia baseada nele.

Você pode criar a sua pesquisa de buyer persona na Plataforma de Pesquisa do Opinion Box. Saiba mais!

2- Faça um planejamento com antecedência

Como a Black Friday é um momento em que a demanda pelos produtos em promoção aumenta consideravelmente, logo, a oferta também deve aumentar. Nesse sentido, é muito importante que você se prepare com antecedência e garanta um bom estoque dos produtos que irá anunciar na campanha.

Afinal de contas, ninguém quer passar pela situação constrangedora de ter que ouvir reclamações dos consumidores que não conseguiram aproveitar a promoção porque os produtos se esgotaram rapidamente.

Além disso, isso pode causar outras consequências negativas para a reputação da empresa, principalmente nas avaliações online como no Google e no Reclame Aqui.

Vale ressaltar que às vezes pode ser difícil prever a quantidade de produtos que você precisará estocar e que ele pode se esgotar após um tempo. No entanto, o problema é quando os produtos se esgotam muito rapidamente, dando a impressão de que a promoção foi uma farsa.

3- Ofereça descontos reais

A Black Friday no Brasil muitas vezes é motivo de piada. Isso acontece devido ao fato de que algumas marcas e empresas se aproveitam da data para fazerem propaganda enganosa e oferecem falsos descontos. 

Nesse sentido, algumas pessoas costumam ironizar a data referindo-se a ela como “Black Fraude” ou “tudo pela metade do dobro”. Fazer isso só prejudica a imagem da marca.

Sendo assim, é imprescindível que o seu negócio ofereça descontos reais. Alguns lugares costumam aumentar o valor do produto semanas antes da Black Friday, para depois voltar ao valor normal no dia. No entanto, é muito fácil descobrir essa farsa. Os sites que comparam preços são algumas ferramentas possíveis para isso.

Quando você oferece descontos reais aos seus clientes, eles ficam satisfeitos e podem até se tornarem promotores da sua marca.

4- Analise a concorrência

Fazer benchmarking é muito bom para analisar o que deu certo ou errado nas campanhas dos concorrentes.

Faça um rastreamento das campanhas dos últimos anos feitas pela concorrência e veja o quanto elas engajaram. Isso pode ajudar a definir quais produtos saíram mais e quais não se destacaram tanto assim.

Além disso, você também pode analisar os descontos que os seus concorrentes oferecem na data para ver se estão condizentes com os seus. Nesse sentido, você pode evitar passar pela situação de oferecer promoções inferiores àquelas dos concorrentes.

Vale ressaltar que oferecer descontos muito inferiores também não é bom, pois o seu produto tem chances de ser desvalorizado e você também poderá sair no prejuízo. 

5- Dicas Black Friday: Faça uma divulgação intensa

Vamos combinar, não adianta oferecer descontos imperdíveis aos seus clientes se essa informação não está chegando até eles, certo? 

Sendo assim, invista em campanhas de marketing para divulgar as promoções que a sua marca ou empresa fará na Black Friday.

Vale apostar em anúncios de mídia paga nas redes sociais, e-mails marketing para a sua base de clientes e conteúdos orgânicos, como postagens nas redes sociais, blog e site. Além de divulgar a sua campanha de Black Friday, essas ações farão com que o seu negócio ganhe mais reconhecimento e seja notado por mais pessoas.

Uma dica legal para isso é colocar um contador automático fazendo uma contagem regressiva para o grande dia em seu site, que despertará a curiosidade e o interesse de quem navega por lá.

6- Ofereça descontos no frete

De nada adianta oferecer um super desconto em seu produto se o frete estiver nas alturas, certo? Às vezes, o valor poderá ser tão alto, que para o consumidor sairá mais em conta adquirir o produto em outro e-commerce pelo valor normal com frete grátis.

Nesse sentido, vale ressaltar que, caso a experiência do cliente seja ruim, ele pode nunca mais voltar à sua loja, seja ela online ou física. 

Como a Black Friday é um dia em que as demandas e ofertas aumentam muito, as empresas que prestam os serviços de entregas também são afetadas com isso.

Sendo assim, vale a pena negociar com fornecedores e transportadoras sobre os prazos de entrega, para que o seu cliente não sofra com isso. Jamais afirme que o produto chegará em um curto prazo se você não sabe se isso será possível.

O objetivo é que o seu cliente sempre tenha a melhor experiência possível durante toda a jornada de compra.

7- Dicas Black Friday: faça uma pesquisa de satisfação após a data

A pesquisa de satisfação será a sua grande aliada para fazer uma análise embasada em dados e não achismos sobre o que deu certo ou não na data.

Ouça o que o seu consumidor tem a dizer sobre a experiência dele com a data, acolha os feedbacks. Nesse sentido, você conseguirá se colocar no lugar dele e planejar-se para o próximo ano.

Além disso, a pesquisa de satisfação não ajudará somente para o planejamento exclusivo para a data. Analisando os dados e feedbacks dos consumidores, você também saberá como está o atendimento e suporte que eles recebem e poderá traçar estratégias para melhorar o relacionamento com o cliente.

Na Plataforma de Customer Experience do Opinion Box, você pode realizar os principais tipos de pesquisa de satisfação com os seus consumidores e poderá acompanhar os resultados em uma dashboard intuitiva. Quer saber mais? Fale com um de nossos especialistas.

Também poderá gostar de:

AUTOR

Danielle Salgado

Publicitária, fotógrafa e a louca dos gatos. Apaixonada por Marketing, adora descobrir coisas novas e falar sobre elas. Tem o sonho de viajar pelo mundo.