Pesquisa Social Commerce: tudo o que você precisa saber para vender nas redes sociais

Maria Luísa Andrade
Pesquisa Social Commerce: tudo o que você precisa saber para vender nas redes sociais

As redes sociais transformaram a nossa forma de nos relacionarmos com as pessoas. Hoje em dia, grande parte da nossa comunicação é feita por meio delas. Pensando nisso, muitas empresas começaram a investir em vendas através das redes. 

Com isso, o Social Commerce começou a ganhar espaço e está mudando as vendas cada vez mais. Então se você quer crescer as suas vendas e ter mais resultados no seu negócio, não pode deixar de aderir! 

Nessa pesquisa exclusiva, realizada em parceria com a All In, você vai conferir as principais tendências de consumo nas redes sociais.

O que é Social Commerce? 

Você sabe o que é social commerce? A nossa pesquisa mostrou que 59% das pessoas dizem não conhecer o conceito. Apesar disso, os dados revelam que essa forma de vender está crescendo cada vez mais. 

O social commerce nada mais é que as vendas feitas através das redes sociais. Essa estratégia aumenta a proximidade com o consumidor e pode ser uma grande oportunidade para aumentar as vendas. 

Pensando nisso, se você quer crescer nos negócios, não pode deixar de investir no social commerce. De acordo com a pesquisa, 71% dos brasileiros usam as redes sociais para fazer compras.

Onde estão os consumidores no Social Commerce? 

Os seus clientes estão na internet: segundo a pesquisa, 75% dos consumidores usam as redes sociais para buscar produtos.

Entre as redes sociais mais populares para fazer compras online, o Instagram ocupa o primeiro lugar, sendo utilizado por 57% dos usuários. Seguindo o ranking, temos o Google Shopping, com 46% de preferência e em terceiro lugar um empate entre o Facebook e o WhatsApp, com 40% de preferência. 

A pesquisa também mostrou que são as mulheres que fazem mais compras no Instagram. 62% do público feminino utiliza o app para comprar, contra 52% do masculino. Já a popularidade do Facebook se deve às pessoas de faixa etária 50+, com 48% de preferência. 

Em contrapartida, 78% das pessoas ainda preferem comprar nos sites ou aplicativos das lojas. O que leva 55% dos consumidores a fazerem essa escolha, é acreditar que nesses portais encontram preços melhores. Outro motivador é a praticidade: segundo a pesquisa, 51% acredita ser mais prático fazer compras por meio de sites ou aplicativos. 

E quem não aderiu ao social commerce? 

Alguns usuários ainda resistem para comprar nas redes sociais, por diferentes motivos. 31% das pessoas que não adotam as compras por redes sociais têm medo de compartilhar dados de compra e sofrer golpes. 

Outros 24% dos entrevistados não sabiam da possibilidade de comprar por lá. Ainda sim, a tendência é que o social commerce continue crescendo: 11% afirmaram que adotarão o social commerce nos próximos 6 meses.

Escute o seu cliente

A pesquisa evidenciou a importância da opinião do cliente para quem está fazendo compras online. Segundo a pesquisa, 41% preferem comprar pelas redes sociais por terem acesso à avaliação de outros clientes

Além disso, 54% afirmaram que avaliam experiências tanto positivas quanto negativas nos sites das marcas e nos comentários dos produtos. Entre os itens mais avaliados, a qualidade do produto está em primeiro lugar, com 78% dos votos, seguida do tempo de entrega, com 60% e o preço, com 56% das avaliações. 

Por isso, é fundamental investir na experiência do cliente com a sua marca para não ser afetado por comentários negativos

Live Commerce

Uma modalidade de vendas que vem ganhando destaque é o live commerce. De acordo com a pesquisa, 28% dos brasileiros já são adeptos às compras por transmissões ao vivo. Outro dado interessante é que, apesar de nunca terem feito compras por live, 35% dos entrevistados responderam que pretendem comprar dessa forma.

Mas o que leva os consumidores a gostarem tanto desse modelo? 61% escolhem o live commerce por conta dos cupons de desconto. Além disso, 54% dizem ter mais explicações sobre o produto.

As plataformas preferidas para assistir às lives são: o Instagram com 70% de preferência, seguido do Youtube e Facebook, com 55% e 41%, de preferência respectivamente. 

Contudo, ainda é preciso investir nas estratégias de vendas por lives. Alguns consumidores consideram que as transmissões ficaram saturadas. Os não adeptos ao Live Commerce, 38%, preferem comprar por sites ou aplicativos e 26% se sentem mais confortáveis comprando pelas lojas físicas.

Para conferir a pesquisa na integra clique aqui.

Social Commerce: sobre a pesquisa

Para realizar essa pesquisa, foram entrevistadas 1087 pessoas de todo o Brasil, entre os dias 18 e 23 de maio de 2022. A margem de erro é de 3.0 pontos percentuais.

Você quer fazer a sua própria pesquisa para entender o comportamento dos seus consumidores?  Por meio da Plataforma de Pesquisa do Opinion Box, você consegue fazer pesquisas com milhares de consumidores em todo o país, em poucos dias e a um custo acessível. Quer saber mais? Entre em contato com um de nossos especialistas.

Também poderá gostar de: