Como fazer pesquisa de mercado – guia completo das pesquisas online

Pedro D'Angelo
Como fazer pesquisa de mercado   guia completo das pesquisas online

Quer saber como fazer pesquisa de mercado? Ótimo! Este conteúdo é para você. Veja como fazer pesquisas online sem sair da frente do computador, rapidamente e gastando pouco. Aproveite e confira também um manual completo da Plataforma de Pesquisa Online do Opinion Box!

Quando você ouve falar em pesquisa de mercado, qual é a primeira coisa que vem na sua mente? Pode ser que pense em entrevistas presenciais ou em alguém te ligando para saber sua opinião sobre assuntos diversos.

Por outro lado, se você está lendo este texto, também quer dizer que já consegue associar pesquisas de mercado ao meio digital. E é sobre essa mudança que vamos falar aqui: como fazer pesquisa de mercado sem sair da frente do computador já é uma realidade utilizada por milhares de pessoas.

Fazer uma pesquisa de mercado é apenas uma das tarefas que ficaram mais fáceis com a internet. Desde a etapa de definição do problema da pesquisa até a coleta e a análise dos resultados, tudo acontece agora na internet. Mas como fazer pesquisa de mercado de forma totalmente online? É o que eu vou te ensinar a partir de agora.

E isso é possível devido ao boom das plataformas digitais. Plataformas digitais, como a nossa do Opinion Box, permitem que se faça mais com menos. Menos tempo, menos dinheiro, são apenas algumas das vantagens de como as pesquisa de mercado se beneficiaram da internet.

Como as plataformas digitais ajudam os negócios

Os benefícios que as plataformas digitais trazem para as empresas são diversos. Para cada tipo de negócio, porte e ramo de atuação, a internet oferece vantagens. Pensando em pesquisa de mercado, os três principais benefícios que todas as empresas podem aproveitar são:

  • Resultados mais rápidos: fazendo tudo pela internet, o processo como um todo fica mais ágil. Desde o planejamento até a análise dos dados, ganha-se muito em tempo.
  • Custos mais baixos: pesquisas de mercado online também saem por preços bem mais acessíveis. O principal fator que contribui para isso é que não é necessário investimento em mão de obra. Uma única pessoa sozinha pode cuidar do processo todo. Sem o custo de entrevistadores e de telefonia, o preço por entrevista também cai consideravelmente na coleta online.
  • Mais fáceis de se utilizar: como tudo na internet, fazer uma pesquisa de mercado ficou mais prático. Assim cai um dos principais mitos em torno das pesquisas: o de que só especialistas podem fazer.
Como fazer pesquisa de mercado   guia completo das pesquisas online

Como fazer pesquisa de mercado 100% digital

Para ajudar a tirar sua pesquisa do papel – literalmente, elaboramos um passo a passo rápido para fazer uma pesquisa de mercado 100% digitalmente. Sem sair da frente do computador, você vai conseguir descobrir informações sobre seu mercado, público-alvo e conhecer a fundo seu cliente.

1º passo: planejamento da pesquisa

Antes de mais nada, vamos pensar onde queremos chegar. Para começar sua pesquisa online, o primeiro passo é o planejamento. Faça uma espécie de briefing da pesquisa, mesmo que seja só para você mesmo. Registre e compile tudo em um documento, passando por todas as etapas da pesquisa. Problema da pesquisa, definição da amostra, forma de coleta, prazos, faça tudo constar em um bom planejamento para garantir o sucesso do projeto.

2º passo: criação do questionário de pesquisa

Hora de colocar a mão na massa e elaborar as perguntas e opções de resposta. Crie um questionário passando por todos seus objetivos, buscando resolver o problema de pesquisa.

Quando terminar de criar o questionário da pesquisa, não se esqueça de testá-lo. Passe por cada pergunta respondendo-a como os entrevistados as verão. Peça ajuda para pessoas que ainda não conhecem o questionário, para o testarem com um olhar diferente. Vale tudo para não deixar passar nenhum erro que pode prejudicar os resultados e a análise da pesquisa.

Ao fim desse processo, é hora de definir exatamente o público que vai responder a pesquisa. Volte ao objetivo da pesquisa e pense em quais serão as pessoas exatas a responder à pesquisa. Lembre-se que um público errado faz com que a pesquisa não gere resultados relevantes.

3º passo: envio da pesquisa

Agora é a hora de, de fato, lançar a pesquisa. Você pode fazê-la com os seus clientes por email, pode criar um link com o questionário e publicar no seu site e redes sociais. Outra opção é utilizar um painel de respondentes. Nessa última modalidade, você contrata entrevistas de pessoas anônimas, que podem oferecer opiniões neutras na hora de responder sua pesquisa.

Pesquisas feitas por email e via redes sociais podem ser gratuitas ou custar muito pouco. Consulte no Opinion Box quanto custa fazer uma pesquisa, seja por email, link, ou com o Painel de Respondentes. Decidindo a forma de coleta, é só mandar o questionário para os respondentes.

4º passo: resultados e análises

Para fechar, coletar os resultados e analisar os dados também é feito de forma online, é claro. Cruze dados, analise com cuidado todas as respostas, faça apresentações com as informações. Use o excel, crie gráficos em programas específicos, compare as respostas. A única dica indispensável é usar os dados que obteve e tirar tudo o que puder deles.

No Opinion Box, os resultados podem ser visualizados já em gráficos gerados automaticamente. Além disso, as respostas aparecem na tela de resultados em tempo real. No caso das pesquisa no Painel, dá para ir além e baixar o banco de dados em formato Excel também.

Pesquisa online x pesquisa presencial

Mesmo que o foco do Opinion Box seja as pesquisas de mercado online, alertamos que às vezes as pesquisas presenciais ou por telefone são a opção certa.

Pesquisas presenciais ou por telefone também podem coletar percepções mais pessoais do respondente. Essas pesquisas aproximam um entrevistador e um entrevistado e os abordam em momentos específicos, que a internet pode não conseguir. Entrevistando pessoas pesquisando produtos, por exemplo, é mais fácil investigar seus hábitos de compra no momento em que elas estão comprando. Se precisar avaliar a opinião de pessoas sobre um certo local, também, pode ser uma boa ideia ir até esse local e entrevistá-las lá mesmo.

E na hora de escolher de escolher qual tipo de pesquisa de mercado fazer, a dica é simples. Tudo tem a ver com o público-alvo e com o objetivo da pesquisa. Pense no que você precisa descobrir e com quem precisa falar. Se essas pessoas estão na internet, use-a para chegar até elas. Se a metodologia da pesquisa também puder ser cumprida online, lembre-se das vantagens das plataformas digitais e invista nelas.

Caso não esteja certo de como definir o problema da pesquisa, quem e quantas pessoas entrevistar, ou tiver qualquer dúvida sobre criação do questionário, já sabe: é só falar com a gente

Como fazer pesquisa de mercado   guia completo das pesquisas online

Quando e como fazer pesquisa de mercado sozinho

Em primeiro lugar, fazer uma pesquisa de mercado sozinho requer segurança. Você vai precisar conhecer a metodologia que vai utilizar, conhecer termos utilizados nas pesquisas e ter um objetivo muito bem definido.

Para dar o passo de fazer uma pesquisa de mercado sozinho, saiba que alguns conhecimentos técnicos serão uma exigência. É preciso conhecer bem os tipos de pergunta, saber elaborar as alternativas corretas e estruturar bem o questionário.

Alguns tipos de pesquisa podem ser feitos mais facilmente sem a ajuda de especialistas. Alguns exemplos:

  • Pesquisas de satisfação são um bom exemplo. Você conhece bastante o seu cliente e, sozinho, pode desenvolver e aplicar uma pesquisa para esse público. Cada profissional que oferece um serviço ou vende produtos pode estar apto para aplicar esse questionário. Basta pensar nas perguntas certas que representam bem o seu negócio e o que espera ouvir do consumidor.
  • Pesquisas internas como as de clima organizacional também podem ser feitas mais facilmente sozinho. Imaginando que cada gestor ou profissional de RH conhece bem a cultura da empresa onde trabalha, aplicar esse tipo de questionário e analisar os resultados não deve ser difícil.
  • Avaliações internas, como eventos institucionais também rendem pesquisas que você pode fazer sozinho. Mais uma vez, quem realizou o evento avaliado tem informações suficientes sobre quem vai avaliar e o que será avaliado.

Pesquisa com seus contatos ou com respondentes contratados?

Vale notar que todos os exemplos acima são de pesquisas realizadas com os próprios contatos de quem realiza o estudo. Caso sua pesquisa precise de uma amostra neutra da população, ou de algum público específico, o caso é um pouco diferente.

Para fazer uma pesquisa com um painel de respondentes sozinho, volte a avaliar os critérios que citamos no início do texto. Você tem conhecimento para aplicar a pesquisa para pessoas que não conhece? Você sabe quanto vai custar e está disposto a pagar pelas entrevistas? Os prazos e a metodologia escolhidos te atendem?

Lembre-se que entrevistas em um Painel podem custar a partir de R$ 4. Em ferramentas como a Plataforma de Pesquisa do Opinion Box você pode calcular o preço e testar gratuitamente a plataforma antes de usá-la para fazer pesquisas com outras pessoas. Confira, cadastre-se e veja se é a melhor forma de fazer pesquisa de mercado para você. Você pode chegar facilmente até muitas pessoas, escolher filtros sociodemográficos dos respondentes e até selecionar públicos específicos (mães, decisores de empresas, donos de pets etc).

Caso sua pesquisa precise investigar mais a fundo o mercado ou consumidores que não conhece tão bem, pense melhor. Pode ser necessário pedir ajuda a quem entende melhor do assunto. Veja quando e como fazer pesquisa de mercado terceirizada com especialistas.

Quando contratar especialistas em pesquisa

Terceirizar o seu projeto de pesquisa de mercado traz várias vantagens. Contar com experiência e conhecimento técnico é sempre bom para dar mais segurança e garantir resultados melhores no projeto.

Contratar um time de especialistas em pesquisa vai ser a solução em diversos casos e situações:

  • Se você não está familiarizado com técnicas e conceitos de pesquisa de mercado, considere terceirizar o projeto. Empresas especializadas podem dar todo suporte necessário. E isso não precisa custar caro!
  • Toda empresa sofre pelo menos um pouco com a falta de tempo. Como fazer uma pesquisa de mercado requer dedicação para planejar e executar cada passo do projeto, quem está com um prazo mais apertado deve considerar entregar o projeto para especialistas e acompanhar mais por fora o trabalho.
  • Em alguns casos é melhor que o contratante da pesquisa se envolva menos com o processo. Para maior isenção na pesquisa e em seus resultados, pode ser melhor recorrer a terceiros para elaborar o questionário de pesquisa, escolher o público e fazer a gestão da coleta de dados.
  • Projetos mais robustos, com formatos e metodologias mais complexas também podem ser mais seguras na mão de um time de especialistas. Na dúvida, não arrisque se aventurar sozinho em um projeto muito grande.

Mesmo terceirizando e realizando uma pesquisa com especialistas, porém, o responsável pelo projeto pode – e deve – acompanhar o trabalho.

Quer entender melhor a diferença entre fazer uma pesquisa por conta própria e terceirizar o projeto? Conheça as duas principais soluções do Opinion Box. Experimente se cadastrar gratuitamente na plataforma de pesquisa e confira se fazer uma pesquisa por conta própria atende a sua necessidade. Se não for para você ou quiser conhecer mais a nossa solução customizada, em que nosso time toma conta do seu projeto do início ao fim, fale com um especialista! Estamos esperando para conversar com você.

 

Também poderá gostar de:

O que é Gestão Estratégica e como implantar uma gestão eficiente basea... Gestão Estratégica é mais um dos termos do mundo dos negócios que se tornaram populares. E não só isso. A Gestão Estraté...
Análise da concorrência: por que e como fazer Seja para quem está começando um novo negócio ou para quem já tem uma marca consolidada, conhecer os seus competidores é...
AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.