Bullseye Framework: o que é e como aplicar essa estratégia de growth hacking na prática?

Bullseye Framework: o que é e como aplicar essa estratégia de growth hacking na prática?

A partir das constantes mudanças no mercado e necessidade de rápidas mudanças e adaptações a novos processos, a área de growth hacking surgiu para focar no crescimento da empresa de forma rápida. Dentro dessa área, o bullseye framework surge como uma importante metodologia para definir os melhores canais de atuação de um negócio.

No entanto, como esse método vem se destacando nas empresas que têm uma equipe de Growth Hacking e por que utilizá-lo em seu negócio?

No post de hoje, eu vou te contar tudo sobre a metodologia que vem revolucionando a forma de escolher os canais certos para atraírem mais clientes. Confira.

O que é growth hacking?

Ao contrário do que muitos podem pensar, o growth hacking não é uma metodologia ou um grupo de especialistas, e sim uma forma de pensar. 

Como? Trabalhando com o objetivo final do crescimento do negócio, baseando-se em hipóteses e experimentos que resultarão em melhores práticas de trabalho no dia-a-dia.

Sendo assim, para adotar o growth hacking em uma empresa, é muito mais importante entender qual a melhor forma de levar um negócio ao crescimento do que de fato montar um time de especialistas.

Afinal de contas, o que adianta investir em uma equipe especializada, caso os gestores não estejam preparados para uma nova de pensar dentro da empresa?

Além disso, vale ressaltar que as hipóteses e experimentos práticos de growth hacking não são baseados em achismos. Pelo contrário, para isso, são necessários muitos estudos e pesquisas para compreender o negócio como um todo, para assim tomar uma decisão.

No entanto, estamos falando de testes: e testes são feitos de erros e acertos, para enfim definir o que deu certo ou não.

O que é Bullseye Framework?

O termo “Bullseye” em português significa “alvo”. E o Bullseye Framework é basicamente um alvo para identificar quais serão os três canais mais adequados para chegar até o seu público-alvo e, assim, atrair o maior número de clientes possíveis.

Em outras palavras, essa metodologia ajuda as empresas a definir quais serão os canais mais viáveis para atingir o público certo, a partir de 19 canais existentes, que serão reduzidos para 3 canais principais.

Dessa maneira, o alvo principal será a persona do negócio. Ao estudar e compreender a sua persona, você também poderá projetar hipóteses de quais canais de venda e comunicação serão mais assertivos para alcançá-la.

Para entender melhor a sua persona, a pesquisa de mercado voltada para a buyer persona será uma excelente ferramenta.

Bullseye Framework: o que é e como aplicar essa estratégia de growth hacking na prática?

Qual a importância do Bullseye Framework? 

Essa metodologia foi feita no intuito de direcionar o foco de tração para, assim, alcançar grandes resultados. 

Como você deverá analisar todos os canais de tração antes de escolher os três com maior potencial, o Bullseye Framework “obriga” você a fazer um brainstorming e estudar todos os canais, imaginando a viabilidade de cada um deles em seu negócio antes de fazer a escolha final.

Nesse sentido, ficará mais fácil de visualizar porque um canal x poderia ser mais viável do que um canal y quando aplicado na prática em sua empresa.

Sendo assim, essa metodologia será muito importante para definir estratégias de marketing mais assertivas, que estarão alinhadas com outras práticas.

Como o Bullseye Framework funciona na prática?

Agora que você já sabe o que é a metodologia do Bullseye Framework, pode estar se perguntando: e na prática, como funciona?

Primeiramente, o alvo é dividido em três partes. No círculo maior, ficarão todos os 19 canais, que são: 

  • Acordos e parcerias
  • Assessoria de imprensa
  • Palestras
  • Trade shows
  • Eventos próprios
  • Jogadas publicitárias
  • Publicidade offline
  • Publicidade online
  • Programa de afiliados
  • Engenharia de produtos e serviços
  • Plataformas existentes
  • Marketing de Conteúdo
  • Blog corporativo
  • SEO
  • E-mail marketing
  • SEM
  • Marketing viral
  • Comunidade
  • Vendas

A partir da distribuição visual representada na imagem abaixo, ficará mais fácil visualizar os canais existentes para poder analisar quais serão os mais interessantes e aqueles com maior potencial. 

Bullseye Framework: o que é e como aplicar essa estratégia de growth hacking na prática?

No círculo do meio, você selecionará quais serão os 6 canais mais interessantes entre os 19 citados anteriormente. 

Por fim, no círculo central, ficarão os três canais com maior potencial de alcance do seu público-alvo.

Como encontrar o melhor canal para o seu negócio?

Escolher três canais entre 19 não é das tarefas mais fáceis do mundo, certo? Sendo assim, existem algumas dicas para poder escolher quais serão os três canais com maior potencial para serem utilizados em seu negócio. Confira.

Faça testes

Em primeiro lugar, ao escolher os 6 canais mais interessantes, é importante fazer testes simultâneos para entender quais serão os três que serão mais viáveis entre eles e, assim, tomar a decisão final.

Ao testar os canais interessantes, é possível perceber na prática como eles se encaixam em seu negócio, e se de fato serão viáveis ou não.

Além disso, os testes serão importantes para validar as suas hipóteses durante o momento do brainstorming.

Sendo assim, testar os canais será importante para entender qual será o custo de aquisição (CAC), o potencial de alcance e a qualidade dos leads que poderão vir de determinado canal.

Faça benchmarking

Fazer benchmarking da concorrência é uma boa estratégia para compreender quais canais funcionam melhor com os seus concorrentes e como eles podem ser aplicados em seu negócio.

No entanto, é preciso tomar cuidado: nem tudo que funciona para os seus concorrentes poderá funcionar em seu negócio, pois as dinâmicas são diferentes.

Sendo assim, é importante analisar o histórico da concorrência e entender o que fez ela crescer, mas com cuidado no momento de adaptar para o seu modelo de negócio.

Liste ideias

Após fazer a análise inicial dos canais de tração, faça uma lista dos canais que parecem ser mais promissores. 

A partir disso, elabore uma ideia de plano de execução para cada um deles. Isso ajudará a visualizar a viabilidade desses canais na prática, para assim poder escolher o melhor entre eles.

No entanto, não se esqueça de focar sempre na sua persona para poder traçar essas estratégias.

Faça pesquisa de mercado

Por fim, a pesquisa de mercado para growth hacking será importante para entender do ponto de vista do seu público-alvo quais são os canais mais utilizados por eles.

Assim, você terá um embasamento em dados para enfim poder escolher os três canais mais promissores para o seu negócio, com maior chance de assertividade.

Você pode realizar a sua própria pesquisa de mercado na nossa Plataforma de Pesquisa ou com nossos especialistas. Para saber mais, é só clicar no banner abaixo.

Também poderá gostar de:

AUTOR

Danielle Salgado

Publicitária, fotógrafa e a louca dos gatos. Apaixonada por Marketing, adora descobrir coisas novas e falar sobre elas. Tem o sonho de viajar pelo mundo.