Embaixador de marca: o que é e qual a importância?

Embaixador de marca: o que é e qual a importância?

Você possivelmente já viu algum artista ou influencer digital afirmando nas redes sociais que se tornou embaixador de uma marca. Essa estratégia tem sido bastante utilizada por grandes empresas ao redor do mundo. No entanto, o que realmente significa “embaixador de marca” e por que cada vez mais marcas e empresas estão adotando essa estratégia?

No post de hoje, eu vou te contar tudo que você precisa saber sobre o tema: o que é, como escolher um embaixador de marca para o seu negócio e muito mais. Vamos lá?

O que é um embaixador de marca?

O embaixador de uma marca é uma pessoa que promove a imagem de uma marca ou empresa e está alinhada aos valores dela. Essa ação faz parte de uma estratégia de marketing de influência.

Nesse sentido, o embaixador da marca será responsável por criar uma possível primeira conexão entre o cliente e a empresa. Sendo assim, essa pessoa deve interagir frequentemente com a audiência daquela marca.

Nós temos a tendência de achar que o embaixador de uma marca só pode ser uma pessoa famosa, como um artista ou um influenciador digital. No entanto, essa pessoa também pode ser um colaborador ou um cliente exclusivo, por exemplo.

Além disso, ela pode ter sido contratada, recrutada ou até mesmo se voluntariado para realizar essa função.

Como escolher um embaixador de marca?

Antes de mais nada, para escolher um embaixador, é preciso traçar uma estratégia. Ao traçar esse planejamento, responda algumas perguntas, como: o que a sua empresa quer transmitir escolhendo aquela pessoa? O que ela significa para o seu público-alvo? Quais conteúdos ela irá produzir para a marca?

Nesse sentido, a pesquisa de mercado voltada para a buyer persona pode ajudar o seu negócio. Afinal de contas, a partir dela, você conseguirá perceber melhor como a sua persona se comporta e quais são os seus comportamentos. 

Além disso, ainda no planejamento estratégico, a empresa deve definir qual o objetivo principal da escolha desse embaixador. Alguns deles podem ser: aumentar seguidores, tornar a marca mais conhecida, melhorar o engajamento, autoridade e a imagem da marca, aumentar a diversidade, entre outros.

A partir disso, é hora de selecionar os possíveis embaixadores da marca. Faça uma lista com possíveis candidatos ao cargo, avalie o histórico e comportamento de cada um deles e escolha aquele que mais se enquadra nos valores da marca.

Outros pontos que devem ser observados nessas pessoas são:

  • Perfil;
  • Comportamento;
  • Hábitos;
  • Marcas que a patrocinam;
  • Engajamento dos seguidores.

Pontos de atenção

É muito importante ressaltar que o embaixador de marca será um dos porta-vozes mais importantes dela. 

Nesse sentido, é imprescindível que os princípios e valores dessas pessoas sejam totalmente alinhados aos da empresa. Caso contrário, isso pode acarretar em problemas que prejudicarão a imagem da marca.

Por exemplo, a influencer Gabriela Pugliesi deu uma festa no início da pandemia do novo coronavírus. A partir disso, os usuários se revoltaram e pressionaram as marcas para cancelarem parcerias com ela.

Sendo assim, grande parte das marcas que tinham a influencer como embaixadora cancelaram o contrato, pois não queriam a influencer associada à imagem da marca. As marcas que não fizeram isso foram vistas com maus olhos pelo público.

Nesse sentido, é muito importante que as marcas acompanhem os posicionamentos de seus embaixadores nas redes sociais, para evitar possíveis problemas associados à elas. 

Qual a importância de um embaixador de marca para as empresas?

Como eu disse anteriormente, o embaixador será responsável por criar uma conexão maior entre o consumidor e a empresa. Nesse sentido, o objetivo é tornar a marca mais humanizada e próxima das pessoas.

E nas redes sociais, isso faz toda a diferença. Quando nos deparamos com marcas que não são humanizadas, a impressão que temos é que as interações são frias e até mesmo forçadas. Ao comunicarmos com uma marca assim, costumamos nos sentir distantes dela.

No entanto, quando a marca investe nesse tipo de ação e escolhe a pessoa certa para representá-la, a tendência é que nós nos identifiquemos com o embaixador e venha um sentimento de identificação e acolhimento.

Se uma pessoa que você compartilha dos mesmos valores que ela se torna embaixadora de uma marca, independentemente dela ser famosa ou não, a tendência é que você passe a se identificar com a marca também.

Embaixador de marca e garoto propaganda: qual a diferença?

Muitas vezes esses dois conceitos podem se confundir, mas é importante prestar atenção nas diferenças entre elas.

Enquanto o embaixador precisa estar totalmente alinhado aos valores da marca, a principal preocupação em relação ao garoto propaganda deve ser se ele conseguirá atingir o público-alvo e trazer mais pessoas para o funil de vendas.

Além disso, o embaixador costuma agir de forma mais espontânea e natural com os consumidores da marca, enquanto o garoto propaganda precisa ter os direcionamentos corretos para alcançar o objetivo.

No entanto, algumas marcas costumam se confundir nos conceitos e acabar misturando as ideias, o que pode prejudicar no objetivo final desta ação.

Agora que você já sabe o que é um embaixador de marca e como escolher um, é hora de colocar em prática!

 

Também poderá gostar de:

AUTOR

Danielle Salgado

Publicitária, fotógrafa e a louca dos gatos. Apaixonada por Marketing, adora descobrir coisas novas e falar sobre elas. Tem o sonho de viajar pelo mundo.