Design de Experiência: tudo que você precisa saber 

Design de Experiência: tudo que você precisa saber 

Atualmente, usuários e consumidores buscam aspectos que vão além da qualidade de um produto ou serviço para adquiri-los. É preciso ir além. É preciso vender uma experiência. E é aí que entra a importância do design de experiência.

Em um mundo no qual tudo está conectado, as coisas mudam rapidamente e a concorrência entre as empresas é cada vez maior, é preciso se diferenciar para sobreviver às demandas do mercado.

Sendo assim, alinhando estratégias de customer experience com o design de experiência, eu garanto que você conseguirá proporcionar experiências de consumo inesquecíveis para os seus usuários.

Nesse sentido, eu separei nesse post tudo que você precisa saber sobre essa área relativamente nova, mas que já está presente nas maiores empresas do mundo.

O que é Design de Experiência?

O design de experiência é um conjunto de estratégias que são utilizadas para entender o comportamento do usuário durante a sua jornada e, assim, proporcionar uma excelente experiência de consumo. 

Nesse sentido, o profissional dessa área deve analisar e compreender o comportamento dos consumidores em todas as etapas da chamada jornada do usuário.

Sendo assim, ao mergulhar nas percepções do usuário, o profissional irá compreender o que está dando certo ou errado. Assim, será possível traçar métodos de melhorias constantes.

A jornada do usuário no design de experiência

Um produto ou serviço só será realmente bom caso a marca entenda o processo que o usuário passa para chegar no objetivo final, ou seja, a compra.

Ainda assim, não basta somente entender esse processo: é preciso fazer com que ele se torne sempre mais simples e prático para o usuário final.

Na área de User Experience, a jornada do usuário é a representação gráfica das etapas que ele passa no processo de compra.

Ao fazer o mapeamento da jornada do usuário, é possível identificar todos os pontos de contato que ele tem com a marca. Assim, o consumidor é colocado no centro das atenções, ficando mais fácil visualizar os pontos de melhoria. 

Qual a importância do design de experiência para as empresas?

Em primeiro lugar, o design de experiência ajudará marcas e empresas a entender quais são as dores e desejos dos usuários que navegam pelas plataformas.

Sendo assim, será possível traçar importantes estratégias para proporcionar experiências excepcionais, aumentando as chances de fidelização de clientes.

Além disso, ao mapear a jornada do usuário, é possível visualizar de uma forma mais fácil as etapas que ele percorre durante esse processo. Nesse sentido, essa etapa ajudará a fazer com que a tomada de decisões finais também seja mais assertiva.

Por fim, ao proporcionar uma experiência fora da curva para os seus usuários, eles ficarão satisfeitos e terão mais confiança e se tornarão verdadeiros fãs do seu negócio! Isso também aumentará os indicadores de satisfação da sua marca.

Os pilares do design de experiência do usuário

Para que uma estratégia de design de experiência seja executada com sucesso, é preciso que ela seja constituída por 8 principais pilares.

Confira a seguir quais são os pilares do design de experiência e a importância de cada um deles.

Atrativo visual

Você provavelmente já ouviu falar naquele ditado que “a primeira impressão é a que fica”. E é justamente por isso que o atrativo visual é um dos pilares mais importantes do design de experiência. Afinal de contas, o primeiro contato do usuário com a sua marca será visual.

Nesse sentido, o atrativo visual corresponde aos elementos presentes na interface. É fundamental que ela seja coerente, atrativa e agradável.

Sendo assim, o usuário terá a impressão de que o design atrativo é mais fácil de ser utilizado. Além disso, com um design agradável, as chances do usuário permanecer navegando pela sua plataforma também aumentam.

Utilidade

Não adianta investir na experiência do usuário se o seu produto final não for funcional.

Nesse sentido, é fundamental que as plataformas do seu negócio ofereçam valores que resolvam as dores e problemas do seu consumidor.

Sendo assim, disponibilize ferramentas técnicas como planilhas, calculadoras, conversores e materiais ricos que estimulem os usuários a solucionarem seus problemas.

Acessibilidade

Atualmente, muito se fala na importância da sua plataforma ser mobile friendly. No entanto, esse aspecto já é praticamente um requisito obrigatório para as empresas.

Sendo assim, o pilar da acessibilidade vai muito além disso: é preciso desenvolver sites e apps que sejam acessíveis para pessoas com restrições físicas, como a deficiência visual, por exemplo, proporcionando a inclusão dessas pessoas. 

Credibilidade

É fundamental que o seu negócio prometa com o que cumpre. Sendo assim, as suas plataformas devem estar livres de erros para de fato atenderem às exigências e expectativas dos usuários.

Nesse sentido, é muito importante alinhar esse aspecto com outros setores da empresa para não cair em contradição. 

Esse pilar afeta diretamente na confiança do usuário com o seu negócio. E a confiança uma vez quebrada é difícil de ser reconquistada, não é mesmo?

Intuitividade

Um design com caráter intuitivo significa que a pessoa entenderá com facilidade como utilizar o produto final. 

Vale ressaltar que um design de experiência só é eficaz quando ele garante a usabilidade e a intuitividade do usuário final. Sendo assim, não adianta contar com excelentes recursos se o consumidor não souber utilizá-los.

Nesse sentido, a área de UX Writing também irá trabalhar junto com a área de design de experiência para cumprir com essa necessidade. 

Desempenho técnico

Quem nunca passou raiva ao tentar acessar uma página na web com o link quebrado? Pois é, o pilar do desempenho técnico fala exatamente sobre isso.

Para garantir que o usuário não terá irritações com o produto, desenvolver um site tecnicamente bom, com rápido carregamento das páginas, direcionamento dos links quebrados, etc. é fundamental.

Sendo assim, para um bom desempenho técnico, o site deve passar por constantes manutenções e melhorias pela equipe de TI. Além disso, é importante também otimizar os mecanismos de busca, também conhecido como SEO.

Proximidade e Cumplicidade

A humanização das marcas é um tema que vem sendo cada vez mais abordado. Grandes marcas e empresas já vem se manifestando quanto a isso, seja criando personagens virtuais que interagem com o público, ou desenvolvendo uma linguagem mais informal, por exemplo.

Tudo isso é fundamental para se aproximar do usuário e criar vínculo emocional com o cliente

Sendo assim, isso afetará diretamente a experiência do cliente, uma vez que ele irá se sentir realmente acolhido pela marca.

Recomendado para você:  Atendimento e relacionamento com o cliente nas redes sociais: como fazer da melhor forma?

Inovação e originalidade

Em um mundo com uma infinidade de produtos e serviços iguais e com uma concorrência cada vez mais acirrada, é preciso se diferenciar. Afinal de contas, quem se diferencia se destaca dos demais e chama a atenção dos consumidores.

Nesse sentido, a experiência torna-se ainda mais incrível para o usuário quando ele interage com ferramentas e recursos inovadores, que se destacam no mercado.

O marketing de experiência é uma ótima estratégia para complementar esse pilar.

Agora que você já sabe como funciona o design de experiência, é hora de colocar tudo em prática.

Aqui no blog do Opinion Box, você tem acesso a diversos conteúdos sobre a área de customer experience e user experience que ajudarão a complementar as suas estratégias na prática. Não deixe de nos acompanhar!

Também poderá gostar de:

AUTOR

Danielle Salgado

Publicitária, fotógrafa e a louca dos gatos. Apaixonada por Marketing, adora descobrir coisas novas e falar sobre elas. Tem o sonho de viajar pelo mundo.