5 problemas que uma pesquisa de satisfação pode ajudar a resolver

Daniela Schermann
5 problemas que uma pesquisa de satisfação pode ajudar a resolver

Uma pesquisa de satisfação vai dizer se seus clientes estão satisfeitos com seu produto ou serviço? Sim. Mais do que isso, a pesquisa de satisfação pode ajudá-lo a resolver problemas reais que sua empresa pode estar enfrentando.

Ao fazer uma pesquisa de satisfação, você irá ouvir diretamente de seus clientes o que eles pensam sobre seu negócio. Com esses dados, é possível diagnosticar onde estão as falhas de sua operação, os defeitos do seu produto e os problemas do seu atendimento. Somente com as informações certas é que você poderá tomar as ações necessárias para resolver seus problemas.

Quer alguns exemplos de problemas que uma pesquisa de satisfação pode ajudar a resolver? Vem cá que eu te mostro.

1. “Não consigo acelerar as vendas”

Todo mundo quer vender mais. Todo empreendedor passa o dia pensando como vender mais. Mas vender mais é diferente de não conseguir os resultados esperados. Se sua empresa não consegue acelerar as vendas o suficiente para manter a operação é sinal de que alguma coisa está errada.

Uma pesquisa de satisfação pode ser o primeiro passo para tentar encontrar onde está o problema. Você vai ouvir seus clientes e eles poderão dizer o que não está funcionando. Por exemplo, se os clientes estiverem satisfeitos com os seus produtos, mas derem uma nota baixa para o seu atendimento, você já sabe por onde começar a mudar.

Se, no entanto, a sua satisfação estiver com índices altos em todos os itens avaliados, talvez seja a hora de aumentar a exposição da sua marca. Existem diferentes formas de fazer isso, tudo vai depender do seu produto. Você pode investir em publicidade ou em marketing digital, por exemplo.

Recomendado para você: 4 estratégias de marketing que sua empresa deveria estar investindo

2. “Recebo muitos comentários negativos nas redes sociais”

As redes sociais não perdoam. São muitos casos de marcas que postaram um conteúdo nas redes sociais e receberam enxurradas de comentários negativos. Na maioria das vezes, as reclamações são relativas ao conteúdo postado. Outras vezes, a marca recebe diferentes críticas e não consegue entender o motivo.

Nesse caso, o problema pode ser relacionado ao conteúdo que vem sendo realizado nas redes sociais, de uma forma geral, ou à própria reputação da marca. Se os clientes estão insatisfeitos com alguma coisa, é nas redes sociais que eles vão desabafar.

Ao fazer um monitoramento de redes sociais, você irá identificar os comentários negativos e entender a natureza deles. Mas, se fizer uma pesquisa de satisfação, você poderá mapear os pontos que deixam seus clientes insatisfeitos e corrigi-los. Dessa forma, você evita os comentários negativos e melhora a reputação da sua marca.

3. “Os clientes não voltam a comprar meu produto”

Imagine esta situação hipotética: um CEO analisa os números gerais de sua empresa e percebe que a receita vai bem e as metas de vendas vem sendo batidas mês a mês. No entanto, o resultado geral da empresa não vai tão bem.

Analisando mais detalhadamente, ele percebe que a maioria dos seus clientes são clientes novos. Ou seja, uma pessoa que conheceu a marca, se interessou e comprou o produto. Mas por algum motivo, elas não estão voltando a comprar.

Conquistar um novo cliente é sempre mais caro do que manter um que já o conhece. Se os clientes voltassem a comprar em sua loja novamente, a empresa poderia reduzir custos e os resultados seriam melhores. Mas por que as pessoas não estão retornando à loja?

Existem várias respostas para essa pergunta e a melhor forma de saber a certa é perguntar diretamente a eles. Você pode descobrir que o produto não está atendendo às expectativas, que há um novo concorrente no mercado melhor ou mais barato ou que é necessário investir em ações de pós-vendas, pois seus clientes simplesmente esqueceram de você e do seu produto.

4. “Os acessos ao site do meu e-commerce caíram”

Estava indo tudo bem. Mas de uma hora para outra, as pessoas deixaram de visitar sua loja online e as vendas, consequentemente, despencaram. O que aconteceu?

O problema pode estar no próprio site, nos produtos ofertados, no preço ou na sua divulgação. São tantas opções que fica difícil identificar. Mas com uma pesquisa de satisfação, os clientes podem te dar as pistas que você precisa para resolver esse mistério.

5. “Meu novo produto não está vendendo”

Uma das maiores frustrações de um empreendedor é lançar um novo produto e ele encalhar nas prateleiras. Uma forma de evitar isso é fazer uma pesquisa de teste de produto antes do lançamento.

Mas se mesmo assim o produto não decola, é hora de ouvir seus clientes e descobrir o que deu errado. Algumas vezes, o produto não atendeu às expectativas e os clientes estão insatisfeitos. Em outros casos, o problema é mais simples de resolver, como por exemplo, o preço não está compatível com o que o produto oferece, a embalagem não explica claramente os atributos do produto ou a concorrência oferece algo similar a um preço menor.

Faça uma pesquisa de satisfação com seus clientes de outros produtos ou com os clientes que compraram o produto e não voltaram a comprar. Assim você irá descobrir o problema e poderá deslanchar as vendas.

Agora que você já percebeu como uma pesquisa de satisfação pode ser útil para o seu negócio, descubra aqui o passo a passo completo para realizar uma o quanto antes. E se você acha que já está pronto para saber se os seus clientes estão satisfeitos, confira o questionário gratuito que nós criamos para uma pesquisa de satisfação.

Também poderá gostar de:

AUTOR
Daniela Schermann

Daniela Schermann

Jornalista e Head de Marketing do Opinion Box, é especialista em Inbound Marketing e entende tudo sobre pesquisa e comportamento do consumidor. Prefere ser chamada só de Dani e está sempre aprendendo alguma coisa nova.