Mapa de Empatia: tudo que você precisa saber

Mapa de Empatia: tudo que você precisa saber

Será que você realmente conhece o seu cliente? Uma ferramenta extremamente útil e que muitas vezes acaba sendo deixada de lado por algumas empresas é o mapa de empatia.

Essa estratégia pode gerar insights valiosos para que você conheça a sua buyer persona de maneira mais aprofundada e, consequentemente, faça campanhas mais assertivas direcionadas a ela.

Mas será que é difícil criar um Mapa de Empatia? O que você realmente precisa saber para se embasar na hora de criar o seu?

Para ajudar você nisso, eu reuni nesse post tudo que você precisa saber para criar um Mapa de Empatia perfeito para o seu negócio. Confira.

O que é Mapa de Empatia?

Desenvolvido pela Xplane, o Mapa de Empatia consiste em um diagrama que tem como objetivo detalhar a(s) persona(s) do seu negócio. Nesse sentido, para elaborá-lo, você precisa responder 6 perguntas sobre a buyer persona, que são:

  • O que ela vê?
  • O que ela ouve?
  • Quais coisas ela fala e faz?
  • O que ela pensa e sente?
  • Quais são suas dores?
  • Quais são suas necessidades?

Sendo assim, como você irá responder essas perguntas de acordo com a personalidade da sua persona, o ideal é que ela seja elaborada antes do Mapa de Empatia.

Para fazer o diagrama do mapa de empatia, você pode optar por criá-lo manualmente em um papel, preenchido com post-its, por exemplo, uma lousa ou no computador. Existem alguns sites com templates gratuitos em que você pode desenvolver o seu mapa, como o Canvas Generation e o Lucidspark.

Qual a importância de criar um Mapa de Empatia?

É indiscutível que toda empresa quer vender bem os seus produtos e serviços, certo? No entanto, é praticamente impossível realizar campanhas de marketing e vendas bem sucedidas caso elas não estejam direcionadas para o público certo, não é mesmo?

Nesse sentido, o mapa de empatia entra justamente para ajudar a conhecer melhor a sua persona e, consequentemente, o público-alvo que você irá direcionar as suas ações e vendas.

Sendo assim, ao juntar os insights obtidos com o mapa de empatia juntamente com outras estratégias, como acompanhar influenciadores do segmento e fazer pesquisa de mercado, por exemplo, consequentemente você conseguirá mapear o perfil do consumidor.

A partir disso, as campanhas elaboradas serão mais efetivas e a sua comunicação será direcionada para o público certo. Outras vantagens diretas e indiretas decorrentes da criação um mapa de empatia são:

  • A estratégia tem um baixo custo;
  • Facilita a análise de dados;
  • Melhoria nos indicadores de satisfação;
  • Diminuição do CAC;
  • Aumento do ROI;
  • E muito mais!

Como fazer um Mapa de Empatia?

Como eu disse anteriormente, o primeiro passo para criar o seu mapa de empatia é ter a sua persona definida. Se você ainda não criou a sua, a pesquisa de buyer persona e esta ferramenta serão bem úteis para ajudar você neste processo.  

Sendo assim, com a sua persona definida, é hora de criar o seu mapa de empatia. A seguir, veja como responder cada uma das 6 perguntas que compõem o diagrama.

O que ela vê?

Aqui você deve descrever quais são os estímulos visuais que a sua persona recebe e o que influencia o cotidiano dela. Nesse sentido, descreva, por exemplo, como é o mundo em que ela vive, ou seja, o que ela visualiza em seu dia-a-dia.

Além disso, é importante descrever como são os amigos da sua persona, o que ela vê no meio corporativo, nas reuniões familiares, redes sociais, entre outros elementos que compõem o cotidiano dessa persona.

O que ela ouve?

Já nesse quadrante, é hora de descrever não somente os estímulos auditivos, mas as influências externas que a persona recebe.

Ou seja, você deverá responder o que ela costuma ouvir das outras pessoas ou marcas que fazem com que ela seja influenciada por elas.

Em outras palavras, descreva quais são os ídolos dessa persona, quem a influencia diretamente, quais são as principais marcas que ela consome e os canais de comunicação que ela utiliza, por exemplo.

O que ela fala e faz?

Apresente aqui informações sobre os fatores que levam à decisão de compra da sua persona. Logo, para descrever o que ela fala e faz, é preciso analisar primeiramente como é o comportamento dessa persona.

Sendo assim, responda, por exemplo, sobre o que ela fala e como costuma agir, quais são os seus principais hobbies, quais comportamentos já observamos sobre ela e o que podemos imaginar que ela faça.

O que ela pensa e sente? 

Este tópico está relacionado às ideias que o produto que você oferece pode despertar na mente do seu público. Logo, aqui você irá descrever o que passa pela cabeça da sua persona.

Ou seja, descreva quais são os sentimentos dela em relação ao mundo atual, suas maiores preocupações, seus sonhos e objetivos, suas maiores vontades e esperanças, etc. 

Quais são suas dores?

Aqui você precisará descrever os maiores medos e frustrações da sua persona. Ou seja, fale sobre os obstáculos, inseguranças e problemas que rondam a cabeça da sua persona.

Responda, por exemplo, o que causa ansiedade na sua persona e quais tipos de obstáculos ela precisa enfrentar para conseguir o que deseja em sua vida.

Quais são suas necessidades?

Este tópico está relacionado ao que você pode fazer na prática para surpreender os seus consumidores.

Descreva neste quadrante onde a sua persona pretende chegar a partir de seus sonhos e objetivos, o que ela acredita que seja sucesso, o que ela precisa usar para se sentir bem consigo mesma e o que diminuiria os seus problemas.

Exemplo de Mapa de Empatia

Por fim, este é o exemplo de um mapa de empatia na prática, feito na ferramenta online Lucidspark. Note que as respostas que compõem os quadrantes estão distribuídas como se fossem post-its para tornar a visualização mais fácil e dinâmica.

Mapa de Empatia: tudo que você precisa saber

Agora é hora de colocar a mão na massa e começar a criar o seu próprio mapa de empatia, vamos lá? Caso você tenha gostado do conteúdo e queira ver mais posts como esse, não deixe de acompanhar o Blog Opinion Box

Também poderá gostar de:

AUTOR

Danielle Salgado

Publicitária, fotógrafa e a louca dos gatos. Apaixonada por Marketing, adora descobrir coisas novas e falar sobre elas. Tem o sonho de viajar pelo mundo.