Pesquisa sobre maconha: consumo, legalização e opinião do brasileiro

Pedro D'Angelo
Pesquisa sobre maconha: consumo, legalização e opinião do brasileiro

Realizamos uma pesquisa sobre maconha para investigar a opinião do brasileiro sobre o assunto. Veja o que descobrimos sobre legalização da maconha no Brasil, opinião sobre o consumo, comercialização e experiência dos brasileiros com a erva.

Independentemente de qual seria a finalidade, o consumo da maconha é um tema polêmico no Brasil. Em alguns países do mundo a erva é liberada com mais ou menos restrições, a exemplo do Uruguai e do México. Por aqui, a pauta ainda não saiu dos debates entre quem é a favor e quem é contra a legalização.

Enquanto a questão da legalização e do consumo da erva pautam discussões há anos, aproveitamos para perguntar a opinião dos brasileiros sobre o assunto. Confira os resultados da nossa pesquisa sobre maconha, na opinião dos internautas brasileiros.

Legalização da maconha no Brasil

Um ponto muito importante da pesquisa foi a descriminalização da maconha no Brasil. O brasileiro, em geral, se mostra aberto à legalização da maconha, dependendo da forma de utilização. Se legalizada apenas para fins medicinais, 47% afirmam ser a favor. 23% são a favor da liberação da maconha para todos os fins, enquanto outros 21% são totalmente contra. Os 9% restantes não tem opinião formada.

Em um cenário em que a maconha é legalizada no Brasil, perguntamos também como deveria acontecer sua comercialização. As opiniões são diversas e os países que tem a maconha liberada adotam, cada um, seu próprio modelo. No Uruguai, por exemplo, a comercialização é feita em farmácias, em cultivo individual limitado por até 6 plantas e em “clubes” de cultivo que podem tere de 15 a 45 membros. Mas e no Brasil, como poderia ser?

Na opinião da maioria (53%), o acesso deveria ser possível somente em alguns poucos estabelecimentos comerciais, determinados por lei. O restante da amostra da pesquisa se divide bastante nas opiniões. Para 11%, por exemplo, alguns poucos estabelecimentos comerciais e o cultivo em suas residências são o melhor caminho. Outros 4% já acreditam apenas no cultivo doméstico.

Também medimos na pesquisa sobre maconha qual seria o impacto da legalização na opinião do brasileiro. 4 em cada 10 brasileiros acredita que não faria diferença na criminalidade do país. Para 25%, porém, a criminalidade poderia até mesmo diminuir, enquanto outros 27% acham que aumentaria o número de crimes.

Sobre o consumo, no cenário da legalização, metade dos entrevistados acha que mais pessoas passariam a consumir maconha.

Opinião sobre maconha

Investigamos também a opinião geral do brasileiro na pesquisa sobre maconha. E logo de cara, 26% dos entrevistados afirmam que já experimentaram maconha. O número, inclusive, aumenta para 31% entre os homens e 33% na classe AB. A experimentação acontece cedo. A idade mais comum da primeira vez foi entre os 14 e 24 anos. Quando perguntados sobre a presença da maconha nos seus círculos sociais, mais da metade dizem ter amigos ou parentes que fumam maconha (58%).

Mesmo considerando alto o índice de que 1 em cada 4 brasileiros já experimentou a maconha, o consumo não é necessariamente regular. 7 em cada 10 pessoas que experimentaram disseram não consumir maconha atualmente. Vale notar, ainda, que 5% da amostra diz ser usuário diário de maconha.

Mas e quem nunca experimentou? Dos entrevistados que não experimentaram, 6 em cada 10 afirmam que não tiveram curiosidade. O segundo principal motivo para não experimentar é o risco à saúde, para 35% dos brasileiros. Em seguida ficam a ilegalidade (18%) e o medo de viciar (14%).

Maconha x Álcool x Cigarro

Sempre que surge o debate sobre a maconha, é comum comparar a situação da erva com o consumo e o impacto de álcool e cigarro. Ao investigar a relação dos três, descobrimos algumas opiniões interessantes.

Pensando nos prejuízos causados pela maconha, 41% acham que os danos estão no mesmo nível dos causados pelas bebidas alcoólicas. Já em comparação com o cigarro, 38% não veem diferença. Os que acham que a maconha traz mais prejuízos que álcool são 28%, enquanto 26% acham que a erva é pior que o cigarro.

Informações técnicas da pesquisa sobre maconha

A pesquisa sobre posicionamento de empresas foi realizada pelo Opinion Box entre os dias 25 de abril e 02 de maio. Foram coletadas 2677 entrevistas com internautas de todo o Brasil, cadastrados no nosso Painel de Respondentes. A amostra da pesquisa é representativa do universo da internautas brasileiros, considerando a distribuição por sexo, faixa etária, classe social e regiões do Brasil. A margem de erro da pesquisa é de 1,9pp.

Quero fazer uma pesquisa

Quer fazer a sua própria pesquisa e ouvir a opinião do brasileiro sobre assuntos diversos? Conheça as soluções do Opinion Box. Você pode fazer pesquisas de mercado sozinho, sem sair da frente do computador, ou contar com nosso time de especialistas. Cadastre-se gratuitamente na nossa plataforma de pesquisa e conheça as opções!

Também poderá gostar de:

Panorama Mobile Time/Opinion Box: Mensageria no Brasil Está no ar a mais nova edição da pesquisa sobre mensageria! O Panorama Mobile Time/Opinion Box: Mensageria no Brasil che...
Redes sociais: Pesquisa sobre o comportamento dos brasileiros na inter... Quais as redes mais acessadas, onde como e por que? Descubra tudo sobre o comportamento dos brasileiros em relação às re...
AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Aqui no Opinion Box, cuida de Projetos e Relacionamento com o Cliente. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.

Daniela Schermann
Receba nossas novidades por e-mail