Pesquisa LinkedIn no Brasil: dados de comportamento da maior rede profissional do mundo

Pesquisa LinkedIn no Brasil: dados de comportamento da maior rede profissional do mundo

Você tem o hábito de entrar no LinkedIn? Pode ser para procurar uma nova vaga de emprego, mandar uma mensagem para um antigo colega ou ler um conteúdo sobre seu mercado.

Se você está lendo este post, posso apostar que sim, é bem provável. Com mais de 260 milhões de usuários ativos todo mês, não é a toa que o LinkedIn é considerado a maior rede profissional de mundo.

Na rede você encontra tanto uma rede de profissionais quanto as páginas comerciais de todo tipo de empresa no mundo. Além de uma rede para se relacionar com profissionais de todos os cantos do mundo, então, o LinkedIn também é uma ótima plataforma de marketing.

Para conseguir obter o melhor da rede social, o ideal é entender o comportamento e o uso do LinkedIn sob o ponto de vista que mais interessa: o dos usuários.

E para isso, o Opinion Box lançou uma nova pesquisa inédita (e um infográfico com os dados!): a Pesquisa LinkedIn no Brasil 2021.

Dados sobre o LinkedIn no Brasil

A pesquisa entrevistou mais de mil usuários de LinkedIn no Brasil, a fim de entender como usam a rede e o que esperam dela. Veja os principais resultados agora:

Frequência de uso

Nossa pesquisa descobriu que o LinkedIn tem muitos fãs por aí.

36% usam o LinkedIn uma vez por dia ou mais. Além disso, a rede ainda está em constante crescimento: 28% usam mais do que usavam há 12 meses e 30% acham que vão usar mais no próximo ano. 

Em relação à navegação, a maior parte costuma usar o LinkedIn pelo smartphone61%.

Comportamento de uso do LinkedIn

O que os usuários fazem quando logados no LinkedIn?

A primeira função da rede para os brasileiros é buscar emprego. 61% afirmam usar o LinkedIn para procurar vagas.

Além disso, os usuários também utilizam a rede principalmente para:

  • Ler os artigos 51%
  • Acompanhar publicações no feed 48%
  • Curtir os conteúdos que me interessam 46%
  • Fazer networking 38%
  • Comentar conteúdos que chamam minha atenção 27%
  • Acompanhar influencers/ LinkedIn Top Voices 21%

Por outro lado, é curioso que, no geral, as pessoas utilizam a rede mais para acompanhar conteúdos e fazer networking que para postar. 32% nunca publicam posts. 

E quem procura vagas de emprego, passa nos processos seletivos?

Dos 82% que já usaram o LinkedIn para procurar emprego, 29% conseguiram.

Pesquisa LinkedIn no Brasil: dados de comportamento da maior rede profissional do mundo

Opinião sobre o LinkedIn

Sabendo com o usuário utiliza o LinkedIn, qual é a opinião sobre a rede e a forma como ela funciona?

Para profissionais e empresas que querem realizar ações de marketing no LinkedIn, saber o que o consumidor espera é essencial.

65% consideram que os conteúdos do LinkedIn são relevantes para crescer profissionalmente. Pensando nisso, profissionais e marcas podem usar a rede para criar conteúdos que ofereçam essa relevância para o público.

De forma geral, os anúncios são aceitos pela maioria. Apenas 31% acreditam que o LinkedIn tem muito anúncio. O mesmo percentual acredita ainda que no LinkedIn só tem pessoas se autopromovendo, o que se torna um desafio para quem quer engajar em seu próprio perfil.

Já um contraponto positivo é que 75% consideram a rede um bom lugar para se fazer networking.

Pesquisa LinkedIn no Brasil: ficha técnica

A Pesquisa LinkedIn no Brasil entrevistou 1005 usuários de LinkedIn de todo o Brasil, no mês de fevereiro de 2021. Os entrevistados fazem parte do Painel de Consumidores do Opinion Box e a margem de erro da pesquisa é de 3,1 pp.

Para acessar a pesquisa completa, você pode acessar o infográfico com dados e análises sobre o LinkedIn. Caso queira mais informações sobre seu próprio mercado, realize a sua própria pesquisa de mercado também.

Com uma pesquisa de mercado, você consegue levantar dados sobre o seu público-alvo, seu mercado e seus concorrentes. É só falar com o Opinion Box ou conhecer as nossas soluções de pesquisa de mercado.

Também poderá gostar de:

AUTOR

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.