Pesquisa sobre o Instagram no Brasil: dados de comportamento dos usuários, hábitos e preferências no uso do Instagram

Pesquisa sobre o Instagram no Brasil: dados de comportamento dos usuários, hábitos e preferências no uso do Instagram

O Instagram é uma rede social com mais de 1 bilhão de usuários ativos e que segue crescendo. Com um ampliamento contínuo em novos recursos e tanto investimento no Instagram, a rede já é uma das mais populares em números de usuários no mundo.

Pensando nisso, mais uma vez o Opinion Box realizou sua pesquisa sobre o Instagram. Entrevistamos mais de 1.600 usuários brasileiros para entender os seus hábitos, preferências, o que fazem na rede social e muito mais.

Confira agora os resultados:

Pesquisa Instagram no Brasil – comportamento dos usuários do Instagram

O Brasil é o 2º país em número de usuários de Instagram, atrás só dos Estados Unidos. 

Entre os entrevistados da nossa pesquisa, percebemos que a popularidade da rede segure crescendo, já que saltou de 84% para 92% o percentual de usuários que entram no Instagram pelo menos uma vez por dia

Mais impressionante ainda é que, destes, 53% entra várias vezes por dia. Se você ainda achar pouco, fique sabendo que a proporção de usuários que mantém o aplicativo aberto o dia todo dobrou de 11% para 22%.

Como não dá para deixar de citar, durante a pandemia o uso aumentou bastante. 73% passaram a usar mais o Instagram na pandemia.

Esse uso tão intenso do app não é só para passar o tempo. Nossa pesquisa descobriu também que 80% acreditam que o Instagram pode aproximar pessoas e empresas.

Além disso, 55% já usaram o Instagram para conversar com empresas;

Público do Instagram – a preferência dos mais jovens

O público do Instagram é gigantesco e abrange todas as idades. No entanto, a maior parte dos usuários da plataforma são os mais jovens.

Quando perguntamos aos entrevistados as redes que mais utilizam, 84% do público de 16 a 29 anos indicou o Instagram. Essa foi a única faixa etária em que a rede teve o número mais expressivo, superando o Facebook e o Youtube.

44% dos jovens ainda indicaram que o Instagram é a rede que mais utilizam. Esse número cai conforme aumenta a faixa etária: 34% dos entrevistados de 40 a 49 anos disseram que o Instagram é a sua preferida. Entre os maiores de 50 anos, são 17%.

E pensando que os mais jovens são o público mais expressivo, é interessante olharmos para números desse público específico:

  • 15% dos jovens usa o Instagram para fazer compras;
  • 56% entram na rede várias vezes por dia;
  • 62% publicam mais stories do que conteúdo no feed e 58% preferem ver stories do que o feed;
  • 86% seguem empresas no Instagram.

Marketing de influência e influenciadores no Instagram

O marketing de influência é uma estratégia que existe desde muito antes das redes sociais. É ele que explica por que você vê tantos comerciais estampados pela Ivete Sangalo, pelo Neymar e pela Xuxa, por exemplo.

No Instagram, porém, o marketing de influência ganhou outra dimensão, permitindo que os seguidores se aproximem e interajam diretamente com os influenciadores.

De acordo com a pesquisa, 71% dos usuários do Instagram seguem influenciadores. Na pesquisa anterior, essa proporção era de 68% 

Além disso, 16% afirmam que são muito influenciados por influencers digitais na hora de comprar e consumir produtos. 

O poder desse tipo de estratégia é tão grande que o dado mais impressionante é este: 58% disseram já ter comprado algo que um influenciador digital estava indicando ou usando.

Oportunidade para empresas – relacionamento do usuário com empresas

As oportunidades para usar o Instagram para negócios são inúmeras. Nossa pesquisa mostra que 82% dos usuários seguem marcas no Instagram.

Se apenas esse número não lhe convenceu, saiba que, além disso, 78% acham que as empresas devem estar presentes nas redes sociais para interagir com os consumidores;

Acrescente essas informações a de que 59% já compraram algum produto ou serviço que descobriram no Instagram e pronto: você já tem bons motivos para estar na rede se relacionando com seu público.

Nesse sentido, outro dado que chama a atenção é que 78% dos usuários têm suas solicitações para empresas sempre ou quase sempre atendidas via Instagram.

Os anúncios no Instagram também são uma boa estratégia de marketing. Na pesquisa, 59% acham que os anúncios que aparecem no Instagram têm a ver com eles.

Além disso, a proporção de usuários da plataforma que já compraram algo a partir de um anúncio subiu de 34% para 42% em um ano. 

Opiniões sobre o Instagram

Apesar da popularidade da plataforma no país, o Instagram divide opiniões. Muitas vezes, a vida que as pessoas mostram ter nesta rede social não condiz com a realidade, criando padrões irreais de beleza e ideais falsos de felicidade.

Nesse sentido, 55% concordaram que a vida mostrada no Instagram costuma ser falsa. Além disso, 63% também acreditam que utilizar a plataforma excessivamente pode fazer mal para a saúde mental.

Além disso, a divulgação de fake news nas redes sociais também vem aumentando cada vez mais. Apesar do investimento da empresa Meta em Inteligência Artificial para filtrar as fake news no Instagram, Facebook e WhatsApp e da opção de denunciar conteúdos falsos, nem sempre é suficiente para conter a propagação de fake news em massa.

Nesse sentido, 55% concordam que há muitas fake news no Instagram. 49% também afirmaram que passam muito tempo na rede.

Uso dos recursos Loja e Reels

Quando o Opinion Box realizou sua primeira pesquisa sobre o Instagram, os stories ainda eram novidade. De lá para cá, quanta coisa mudou!

A rede tem uma série de recursos novos, como a Loja e os Reels.

No entanto, o recente recurso de lojas no Instagram não obteve tanto engajamento dos usuários. Desde a última pesquisa, que foi feita pouco depois do lançamento da nova ferramenta, os dados continuam praticamente os mesmos.

Pesquisa sobre o Instagram no Brasil: dados de comportamento dos usuários, hábitos e preferências no uso do Instagram

Já o recurso de vídeos Reels vem se destacando mais. Ele foi lançado oficialmente em 2020 no intuito de concorrer com o “aplicativo vizinho” TikTok. Apesar de já ter conquistado grande parte dos usuários, a maioria ainda prefere assistir aos vídeos do que publicar. Isso mostrar uma oportunidade para as marcas que querem se destacar na plataforma.

Nesse sentido, 58% afirmaram que quando começam a ver os Reels, veem vários na sequência.

Além disso, a proporção de usuários que assistem Reels pelo menos uma vez por dia subiu de 49% para 67%. Isso mostra que a ferramenta foi bem aceita pelo público.

Apesar de continuar alta, a porcentagem de usuários que não têm o hábito de criar conteúdo de Reels caiu de 74% para 63%. Isso reforça a oportunidade para as marcas e criadores de conteúdo de que o público gosta de consumir, mas não de criar seus próprios vídeos.

Ficha técnica da pesquisa sobre o Instagram

Por fim, pesquisa sobre o Instagram foi realizada com 1.672 consumidores brasileiros, maiores de 16 anos, de todas as faixas etárias, regiões e classes sociais. Os dados foram coletados em janeiro de 2022 e a margem de erro é de 2,4pp.

Os entrevistados fazem parte do Painel de Consumidores do Opinion Box e você também pode fazer uma pesquisa com eles! É só entrar em contato pelo banner abaixo e falar com nossos especialistas para descobrir como fazer suas próprias pesquisas.

Para conferir os dados completos da pesquisa, é só clicar na imagem abaixo e baixar gratuitamente:

Pesquisa sobre o Instagram no Brasil: dados de comportamento dos usuários, hábitos e preferências no uso do Instagram

Também poderá gostar de:

AUTOR

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.