O que é pesquisa exploratória e como fazer a sua

Pedro D'Angelo
O que é pesquisa exploratória e como fazer a sua

Com um mercado competitivo e consumidores cada vez mais exigentes, a pesquisa exploratória é uma possibilidade para quem quer descobrir uma infinidade de informações sobre o seu segmento e seus clientes.

Sendo assim, essa modalidade de pesquisa, utilizada por empresas de todo tipo de segmento, permite explorar novos insights sobre problemas diversos. Por isso, um estudo exploratório pode ajudar todo tipo de negócio a responder perguntas importantes.

Veja agora o que é uma pesquisa exploratória, para que serve e como fazer a sua!

O que é pesquisa exploratória?

Uma pesquisa exploratória ou estudo exploratório, como o próprio nome já diz, tem como objetivo explorar possibilidades e cenários que ainda não foram descobertos.

Dessa forma, contrata-se uma pesquisa exploratória com a finalidade de ganhar familiaridade e adquirir novos insights sobre uma situação atual. Essa premissa parte de uma ideia geral e utilizam-se os resultados da pesquisa para descobrir questões relacionadas com o tema da pesquisa.

Na pesquisa exploratória, o processo da pesquisa varia de acordo com a descoberta de novos dados ou percepções. Também conhecida como pesquisa interpretativa, os resultados desta pesquisa fornecem respostas a perguntas como o quê, como e por quê.

Para que serve a pesquisa exploratória?

O objetivo desse tipo de pesquisa é explorar o problema em torno dele e não realmente tirar uma conclusão a seu respeito. Esse tipo de pesquisa permitirá ao pesquisador estabelecer uma base sólida para explorar suas ideias, escolhendo o desenho de pesquisa correto e encontrando variáveis que realmente são importantes para a análise. 

Mais importante ainda, essa pesquisa pode ajudar empresas a economizar muito tempo e recursos, pois permitirá ao pesquisador saber se vale a pena prosseguir.

A pesquisa exploratória, portanto, serve para ampliar seu conhecimento sobre determinado assunto ou situação. Assim, com os dados levantados, será possível elaborar melhores planos e tomar decisões mais inteligentes.

Qual a diferença entre pesquisa exploratória, descritiva e explicativa?

É comum que as pessoas confundam os objetivos das pesquisas exploratórias, descritivas e explicativas. No entanto, cada uma delas tem uma finalidade específica. Confira as principais diferenças entre elas:

  • Pesquisa exploratória: explora um problema no intuito de disponibilizar informações para uma investigação mais aprofundada. Logo, a pesquisa exploratória tem uma maior proximidade com o tema, para descobrir ideias e pensamentos. Assim, ela pode ser validada com hipóteses e interpretações.
  • Pesquisa descritiva: como o próprio nome já diz, esse tipo de pesquisa visa descrever algo. Logo, para isso, é preciso fazer um estudo mais aprofundado e minucioso em cima do objeto de estudo. Assim, ela não pode ter a interferência externa do consumidor.
  • Pesquisa explicativa: essa pesquisa tem o objetivo de conectar as ideias com os dados identificados para entender as causas e efeitos de um fenômeno específico. Logo, na pesquisa explicativa, como o nome sugere, os pesquisadores buscam explicar o que acontece em determinado problema.

Quando fazer uma pesquisa exploratória?

A pesquisa exploratória acontece quando um determinado assunto precisa ser compreendido em profundidade, especialmente se não tiver sido feito antes. 

Um bom exemplo de quando usar uma pesquisa exploratória é ao realizar uma análise de mercado. Quem quiser explorar um mercado, público ou segmento novo, deve estabelecer um diagnóstico completo que explore o máximo de informação sobre ele. Afinal, diante de uma decisão importante como essa, o máximo de cautela é necessário para seguir em frente com segurança.

Como coletar dados para a pesquisa

Não importa se os dados é próprio pesquisador que coleta os dados, a empresa que ele representa ou por meio de terceiros. Nesse sentido, o objetivo principal da pesquisa exploratória deve ser atendido. O objetivo da realização desta pesquisa é coletar informações sobre o problema que requer uma análise aprofundada.

Alguns dos principais métodos de pesquisa usados ​​na pesquisa exploratória incluem:

Observação

Neste método de pesquisa, o pesquisador não tem contato próximo com o assunto. Em vez disso, o assunto está sendo observado de longe. A observação do sujeito pode ser feita de duas maneiras.

A primeira é que o sujeito tem consciência de que é observado, enquanto a segunda forma é que o sujeito não tem consciência disso. Pode-se dizer que o último método reúne dados mais confiáveis porque o sujeito pode se comportar de maneira diferente quando sabe que está sendo observado.

Pesquisas quantitativas

O objetivo das pesquisas quantitativas é coletar dados sobre um problema pré-definido com um público-alvo determinado. Você pode fazer uma pesquisa para estudar tendências, opiniões e comportamento de um grupo de pessoas, por exemplo.

Ferramentas e empresas com o Opinion Box tornaram mais fácil conduzir pesquisas online e atingir diversos grupos demográficos de participantes de todo o mundo. Embora raramente em uso nos dias de hoje, os pesquisadores também podem conduzir pesquisas offline.

Entrevistas em profundidade

Embora seja mais demorada do que outras, a técnica de entrevista em profundidade é uma das melhores em termos de coleta de dados detalhados e corretos. As entrevistas podem acontecer pessoalmente, por telefone ou videochamada.

O pesquisador também pode optar por gravar as entrevistas, caso ele precise voltar e confirmar informações específicas.

Grupo focal

O grupo focal é frequentemente usado por pesquisadores ao tentar coletar dados de um grupo de pessoas com características semelhantes. A pesquisa pode acontecer com qualquer um dos três métodos explicados acima.

Por exemplo, um grupo de foco de mães pode responder sobre como elas gastam seu tempo dedicado à criação dos filhos.

Como fazer uma pesquisa exploratória

Identifique o problema

Um pesquisador identifica o assunto da pesquisa e o problema é abordado por meio da realização de vários métodos para responder às perguntas. Definir o problema de pesquisa o primeiro passo para estruturar essa e qualquer outra pesquisa que você for realizar. 

Realize a pesquisa

Essa etapa é o coração da estratégia – a coleta de dados. É sobre isso que sempre falamos aqui no blog do Opinion Box, quando ensinamos as etapas para realizar uma pesquisa de mercado. É nessa etapa que consiste todo o trabalho de realização de uma pesquisa de mercado, desde a elaboração do questionário até a coleta das entrevistas.

Crie a hipótese

Agora é hora de analisar o seu cenário atual com base nos dados. Aqui, quem realiza a pesquisa exploratória criará uma hipótese com base nas questões obtidas ao identificar o problema.

Pesquisa adicional

Uma vez obtidos os dados, o pesquisador dará continuidade ao seu estudo. Concluindo o que puder da sua coleta de dados, será possível continuar a avançar na resolução do seu problema. Nesse momento, é comum que novas pesquisas entrem em cena e sejam boas pedidas para aprofundar ainda mais na questão. Métodos qualitativos também podem aprofundar o estudo do assunto em detalhes e descobrir se as informações são verdadeiras ou não.

Seguindo os passos acima você terá o projeto estruturado de uma pesquisa exploratória. Do planejamento à análise dos resultados, esse processo não precisa ser difícil, mesmo quando feito por profissionais não tão experientes com pesquisa de mercado.

Realizando uma pesquisa Exploratória na prática

Por fim, para ajudar nessa tarefa, o Opinion Box pode te dar uma luz nas suas pesquisas quantitativas online.

Você pode, por exemplo, utilizar a nossa Plataforma de Pesquisa para fazer os seus próprios estudos com questionários próprios ou utilizando um de nossos modelos existentes. Além disso, se preferir, também pode contratar nossas Pesquisas Customizadas com o nosso time de especialistas!

Para saber mais, clique no banner abaixo e fale com a nossa equipe!

Também poderá gostar de: