Crianças e smartphones: pesquisa exclusiva Mobile Time/Opinion Box

Pedro D'Angelo
Crianças e smartphones: pesquisa exclusiva Mobile Time/Opinion Box

Você ainda se assusta quando você um bebê brincando no smartphone ou uma criança de 5 anos com seu próprio aparelho? A tendência é que, com o passar dos anos, você se acostume mais com essa ideia, pois o uso de smartphones por crianças brasileiras é crescente. A nova edição da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box: crianças e smartphones comprova que cada vez mais os pais liberam o acesso para seus filhos de até 12 anos.

A nova edição da pesquisa sobre crianças e smartphones é o terceiro estudo sobre o tema. Desde 2017 pesquisamos anualmente a forma como as crianças usam smartphones, o quanto os pais apoiam e acompanham e o comportamento com os telefones, apps e redes sociais.

Veja alguns destaques da pesquisa:

Dados sobre crianças e smartphones no Brasil

A terceira edição da pesquisa sobre crianças e smartphones mostra que, em um ano, na faixa etária entre 4 e 6 anos de idade, aumentou de 23% para 30% a proporção de crianças com smartphone próprio.

Ao mesmo tempo, nessa faixa etária, caiu de 16% para 10% o percentual de crianças que não acessam nenhum smartphone (não têm o aparelho e nem usam o dos pais). Para os pais, o que mais influencia as crianças a quererem um smartphone são os amigos (45%).

Sobre o comportamento de uso, 72% dizem impor limites no tempo gasto com o celular. Os outros 28% não definem o tempo máximo que a criança pode usar o aparelho. Mesmo com limitações impostas pelos pais, a média de horas por dia na frente do smartphone é alta e aumenta
conforme a idade da criança. Na faixa entre 10 e 12 anos, por exemplo, 32% das crianças usam o aparelho por quatro horas ou mais por dia,  estimam seus responsáveis.

Mas o que as crianças fazem com seus smartphones?

Nos grupos de 0 a 3 e 4 a 6 anos, o campeão é o YouTube Kids, usado por aproximadamente 70% das crianças dessas faixas que têm acesso a um smartphone, seja próprio ou emprestado. A partir dos 7 anos, porém, a liderança é tomada pelo YouTube, enquanto sua versão infantil perde atratividade. O PlayKids é outro app voltado para o público infantil que tem forte apelo na faixa de 0 a 6 anos, mas que perde força nas
faixas seguintes.

WhatsApp, Facebook e Instagram, por sua vez, vão sendo cada vez mais acessados conforme as crianças crescem. Na faixa de 10 a 12 anos, o WhatsApp é usado por 71% das crianças que acessam smartphones; o Facebook, por 50%; e o Instagram, por 41%.

Para conferir mais dados e análises sobre crianças e smartphones no Brasil, confira a pesquisa na íntegra. É só clicar na imagem abaixo para acessar.

Crianças e smartphones: pesquisa exclusiva Mobile Time/Opinion Box

Público entrevistado e perfil dos respondentes

Nesta edição foram entrevistados 1.580 brasileiros que acessam a Internet, possuem smartphone e são pais de crianças de 0 a 12 anos, respeitando as proporções de gênero, idade, renda mensal e distribuição geográfica desse grupo. As entrevistas foram feitas online entre 18 e 25 de setembro de 2019. A pesquisa tem margem de erro de 2,2 pontos percentuais e grau de confiança de 95%.

Panorama Mobile Time/Opinion Box – Comércio móvel no Brasil é uma pesquisa independente produzida por uma parceria entre o site de notícias Mobile Time e o Opinion Box.

Quero obter mais dados sobre o mercado de tecnologia, inovação e comportamento do consumidor

O Panorama Mobile Time/Opinion Box realiza diversos estudos sobre o mercado de telefonia e serviços móveis. Para acessar todos os materiais, é só clicar no banner abaixo.

E se quiser fazer a sua própria pesquisa de mercado e receber dados exclusivos sobre seu mercado, produto ou seus concorrentes, já sabe: fale com a gente!. Você pode criar sua pesquisa sozinho ou contar com a ajuda do nosso time de especialistas em pesquisa de mercado. Estamos prontos para te ajudar a tomar as melhores decisões sobre o seu negócio!

Também poderá gostar de:

Pesquisa sobre o mercado de telecom no Brasil: o que pensa o consumido...   Os últimos 30 anos foram marcados por grandes alterações no mercado de telecom no Brasil. A chegada da TV a ca...
Case de pesquisa de mercado: Como as mulheres se relacionam com dinhei... Hoje temos convidada especial no blog! Carolina Ruhman Sandler é cliente do Opinion Box e realizou uma pesquisa de merca...
AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.