Pesquisa exclusiva: apps de mensagens no Brasil

Pedro D'Angelo
Pesquisa exclusiva: apps de mensagens no Brasil

Você consegue imaginar como seria sua rotina se não pudesse utilizar nenhum dos seus apps de mensagens? Se os smartphones parecem ser tão essenciais, aplicativos como WhatsApp, Facebook Messenger e Telegram tem grande responsabilidade nisso.

Opinion Box e o Mobile Time trabalham juntos para investigar o avanço da tecnologia e o comportamento do consumidor mobile com várias pesquisas exclusivas. É o caso das pesquisas exclusivas que desenvolvemos sobre mensageria no Brasil, uso de apps e m-commerce, por exemplo.

As pesquisas de tracking costumam trazer insights muito valiosos, e com a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box: Mensageria no Brasil não é diferente. Em sua mais nova edição, os resultados mostram que os principais serviços de mensageria, ainda que já muito populares, continuam crescendo.

Veja a seguir alguns dos principais resultados. Para conferir os dados completos, basta baixar gratuitamente o relatório.

Apps de mensagens no Brasil: resultados da pesquisa

Esta é a décima edição da pesquisa sobre apps de mensagens no Brasil. Desde o primeiro estudo sobre o tema, avaliamos a aceitação, a satisfação e os hábitos de uso dos internautas brasileiros com seus apps de trocas de mensagens.

O WhatsApp continua sendo o foco principal da pesquisa, uma vez que ele está presente e 98% dos smartphones, como indica o estudo.

A pesquisa aborda, entre outros temas, a relação do brasileiro com empresas via apps de mensagens.

Eem apenas seis meses, subiu de 69% para 76% a proporção de usuários de Whatsapp no Brasil que se comunicam com marcas nesse canal. Também passou de 60% para 65% a proporção de usuários do Whatsapp que usam o app para receber suporte técnico de marcas, e de 51% para 54% aqueles que gostariam de comprar produtos pelo mensageiro.

O contato mais próximo com marcas no Whatsapp faz crescer o interesse do brasileiro em usá-lo para pagamentos. em seis meses, aumentou de 56% para 61% a proporção de usuários do Whatsapp que desejam essa funcionalidade.

Outros dados da pesquisa sobre mensageria no Brasil

A pesquisa sobre apps de mensagens no Brasil também passa pelas “antigas” mensagens SMS. Ainda que não sejam muito utilizadas entre as pessoas, o consumidor ainda recebe comunicações de empresas por esse canal.

Na comparação com a edição de um ano atrás, constata-se uma estagnação no uso de SMS pelas pessoas. é o segundo ano consecutivo em que essa dinâmica se verifica: o uso do SMS aumenta na pesquisa feita em janeiro e cai naquela realizada em agosto. Isso indica uma aparente sazonalidade. Talvez campanhas de comunicação por SMS próximas da virada do ano, relacionadas a Black Friday, Natal e Ano Novo, expliquem esse movimento.

O relatório da pesquisa sobre mensageria no Brasil não traz apenas esses dados. Acesse o estudo completo para conferir informações e análises detalhadas sobre WhatsApp, Instagram, Messenger e Telegram.

Para conferir os dados completos é só clicar no banner abaixo:

Pesquisa exclusiva: apps de mensagens no Brasil

Também poderá gostar de:

AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.