Pesquisa sobre apps de mensagens no Brasil: confira dados exclusivos!

Pesquisa sobre apps de mensagens no Brasil: confira dados exclusivos!

Você consegue se lembrar de como a vida era antes do surgimento dos apps de mensagens no Brasil? Daqueles tempos em que a única possibilidade de comunicação em texto pelo celular era feita através das mensagens SMS, que além de serem cobradas, não permitiam uma comunicação tão fluida e rápida como temos atualmente.

Tudo mudou muito rápido! Ao longo da última década, os aplicativos de mensagens fizeram uma verdadeira revolução nesse aspecto!

Redução de custos, praticidade e rapidez na comunicação são apenas alguns dos benefícios que esses apps vêm nos proporcionando. Mas não para por aí! A concorrência entre eles está ficando cada vez mais acirrada, o que faz com que ferramentas de melhorias sejam frequentemente criadas, beneficiando a nós, consumidores!

Pensando na importância dos apps de mensagens no Brasil, realizamos mais uma vez a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box: Mensageria no Brasil. Confira a seguir os principais insights:

Apps de mensagens no Brasil: visão geral

Desde os últimos 6 anos, a pesquisa Mensageria no Brasil é feita a cada semestre para acompanhar o comportamento do usuário brasileiro em relação aos principais apps de mensagens. Na última edição do Panorama, 4 apps de mensagens no Brasil foram analisados: WhatsApp, Instagram, Messenger, Telegram e Signal.

Ao longo do tempo, já houveram muitas mudanças de preferências dos consumidores. A mais perceptível foi a imensa queda da popularidade do SMS, que continua diminuindo cada vez mais nos últimos anos.

Na última pesquisa realizada, 24% dos respondentes afirmaram que nunca enviam mensagens via SMS e 41% não enviam quase nunca. Além disso, a proporção de brasileiros que enviam SMS todo dia ou quase todo dia passou de 17% para 8%.

WhatsApp segue no topo, porém com pequena queda

O WhatsApp continua sendo o aplicativo de mensagens mais utilizado pelos brasileiros, ocupando o topo das respostas desde a primeira pesquisa, que foi feita em 2015. De acordo com a pesquisa, 98% dos usuários possuem o aplicativo instalado em seus smartphones.

Porém, no começo do ano de 2021, o WhatsApp fez um comunicado aos usuários em relação a uma mudança nos termos de uso do aplicativo. Essas mudanças incluíam o compartilhamento de informações com outras empresas do grupo Facebook.

Recomendado para você:  WhatsApp no Brasil: pesquisa revela dados sobre o comportamento do brasileiro

O resultado disso foi uma repercussão muito negativa pelos usuários, que manifestaram-se indignados nas redes sociais, sugerindo até mesmo a migração para outra plataforma, como Telegram e Signal.

Essa repercussão também foi percebida nos resultados da pesquisa. Em apenas 6 meses, a porcentagem de usuários que afirmaram que acessam o WhatsApp todos os dias caiu de 95% para 86%, ao passo que nunca houve variação negativa tão forte neste indicador monitorado pela pesquisa.

Enquanto isso, o Telegram não para de crescer

A repercussão negativa da mudança de termos de uso do WhatsApp também impactou diretamente nos resultados da pesquisa em relação ao Telegram. 

Em apenas 6 meses, a relação de pessoas que possuem o aplicativo instalado em seus smartphones cresceu muito. Nesse meio tempo, o percentual subiu de 27% para 45%, sendo o seu maior salto medido por esta pesquisa até agora!

Apesar desse grande aumento, a base de usuários do Telegram ainda não é muito fiel ao aplicativo. Sendo assim, apenas 45% dos respondentes afirmaram que abrem o aplicativo todos os dias ou quase todos os dias, menos da metade dos usuários do WhatsApp, que somaram 95%.

Instagram e Messenger tomando rumos opostos

Tanto o Instagram quanto o Messenger e o WhatsApp fazem parte do mesmo grupo econômico: o Facebook. Porém, suas estratégias e trajetórias no Brasil vêm seguindo rumos bem diferentes. 

Enquanto o Instagram encontra-se no auge de sua popularidade, sendo o segundo app mais instalado nos smartphones dos usuários (81% possuem o aplicativo no celular), o Messenger vem decaindo cada vez mais nas preferências dos usuários: o percentual de respondentes que têm o app instalado no celular caiu de 79% para 74%

Outro dado que chamou bastante atenção foi a frequência de uso dos usuários do Messenger. O percentual de uso diário ou quase diário do aplicativo simplesmente despencou de 59% para 39%, a maior queda já registrada em todas as pesquisas do Panorama. Esse indicador é conhecido como “grau de fidelidade”, pois é a quantidade mais engajada da base de usuários.

A estreia do Signal

O Signal é um aplicativo de mensagem que possui como foco principal a proteção dos dados. Ele utiliza criptografia de ponta a ponta em todas as trocas de mensagens e arquivos, através de um protocolo próprio, o Signal Protocol.

Nesta edição, a pesquisa mediu a popularidade do Signal no Brasil pela primeira vez. Ele encontra-se presente em 12% dos smartphones no país, o que parece ser um número baixo, mas considerando que era totalmente desconhecido no país até pouco tempo, esse valor torna-se relevante.

Comunicação com marcas via apps de mensagens

Os aplicativos de mensagens vêm se tornando cada vez mais importantes para estabelecer uma boa relação entre marcas/empresas e consumidores. A maioria dos usuários comunica-se com marcas através do WhatsApp (76%) e do Instagram (60%). 

Em relação às preferências de comunicação, a grande maioria prefere utilizar esses recursos para tirar dúvidas ou pedir informações.

No Instagram, por exemplo, existem diversos perfis feitos para divulgarem lojas e marcas. Sendo assim, 80% dos respondentes afirmaram que utilizam da plataforma para tirarem dúvidas/pedir informações, e apenas 1% dos entrevistados que utilizam o Instagram não acham adequado se comunicarem com uma  marca ou empresa através do app.

Apps de mensagens no Brasil: sobre a pesquisa

Por fim, o Panorama Mobile Time/Opinion Box – Uso de apps no Brasil é uma pesquisa realizada por uma parceria entre o site de notícias Mobile Time e o Opinion Box.

Nesta última edição, entrevistamos 2026 internautas brasileiros presentes no Painel de Consumidores do Opinion Box, entre os dias 20 e 27 de janeiro de 2021. Quer saber mais detalhes e insights sobre a pesquisa? É só clicar aqui. 

Caso você queira conferir outras pesquisas Panorama Mobile Time/Opinion Box, basta clicar no banner abaixo. Lá você pode baixar este e todos os outros materiais da parceria entre o Mobile Time e o Opinion Box.

Quero fazer uma pesquisa de comportamento do consumidor

Em conclusão, pesquisa foi realizada para compreender melhor o comportamento do consumidor brasileiro em relação ao uso de apps de mensagens, através do Painel de Consumidores do Opinion Box, que conta com mais de 150 mil usuários qualificados para responderem às pesquisas. 

Você também a sua pesquisa de comportamento sobre o tema relevante para o seu negócio em nossa plataforma de pesquisa. É muito simples! Você pode fazê-la por conta própria dentro da plataforma ou pode contar com o nosso time de especialistas para cuidar do seu projeto do início ao fim!

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com um de nossos especialistas!

Também poderá gostar de:

AUTOR

Danielle Salgado

Publicitária, fotógrafa e a louca dos gatos. Apaixonada por Marketing, adora descobrir coisas novas e falar sobre elas. Tem o sonho de viajar pelo mundo.