O que é UX Research e como entender profundamente o seu usuário

Pedro D'Angelo
O que é UX Research e como entender profundamente o seu usuário

Se o termo UX já estava em alta nos últimos anos, uma estratégia dentro dessa área é um tema ainda mais atual. Sim, é a UX Research. Como o próprio termo em inglês diz, estamos falando de pesquisas voltadas para UX. Mas por que falar disso? E como é possível desenvolver pesquisas que explorem corretamente a experiência do usuário?

É disso que vamos falar agora!

Leia a seguir para recapitular o conceito de UX e aprender a fazer pesquisas que entendam profundamente de experiência.

Afinal, o que é UX?

O termo UX vem do inglês e significa, literalmente, experiência do usuário. Mesmo que seja possível traduzir a sigla, nem empre é fácil defini-la.

UX pode significar algo um pouco diferente, dependendo de com quem você está falando. Para o time de produto, o UX pode significar a série de testar realizados para validar o que você está criando e, para as equipes de marketing, o teste de conceitos de marca e até os mais diversos elementos de um teste de campanha.

Quem quiser ir além ainda verá quem define o UX como uma iniciativa estratégica maior, impulsionando uma cultura de design e pensamento centrado no cliente, desde o produto em si até o suporte ao cliente e como a empresa se posiciona.

Se parece que o UX passa por tudo e qualquer coisa que uma empresa faz, você está entendendo do que se trata.

UX Research: o que é e quem faz essas pesquisas

A pesquisa em UX, ou UX Research é a investigação dos usuários, sua necessidades e suas dores, a fim de dar mais contexto e gerar insights para o processo de criação da experiência do usuário. A pesquisa UX, na prática, uma variedade de técnicas, ferramentas e metodologias para chegar a conclusões, determinar fatos e descobrir problemas, revelando assim informações valiosas que podem ser inseridas no processo de design.

A UX Research visa coletar informações dos usuários por meio de uma variedade de métodos qualitativos e quantitativos, incluindo entrevistas, pesquisas de mercado, criação e estudo de personas e testes de usabilidade.

O foco está na abordagem estratégica usada para coletar e interpretar dados coletados. As atividades podem ocorrer nas etapas generativa (ideação) e avaliativa (validação) de um processo de desenvolvimento. A pesquisa de UX ajuda uma equipe a impulsionar o design de produtos e serviços, validar suas suposições e, por fim, reduzir o custo de entrega de um produto de sucesso.

E afinal, quem é responsável por essas pesquisas?

A pesquisa de experiência do usuário, quando foi concebida, era frequentemente conduzida por profissionais especializados em UX. Outros grupos de uma empresa compartilhariam o que gostariam de estudar e a equipe de UX projetaria, conduziria e relataria os resultados dessa pesquisa. As respectivas equipes usariam essas informações para fazer as alterações necessárias e testar novamente.

Agora, uma vez que ficou claro que a UX Research poderia ser simplificada e padronizada até certo ponto, não é incomum que as equipes de todas as empresas conduzissem suas próprias pesquisas conforme sua vontade e necessidade. A equipe de design e especialistas em UX ainda desempenha um papel importante, mas, como a pesquisa de UX se tornou mais acessível, eles podem se concentrar em esforços mais amplos, de alto nível e estratégicos, enquanto equipes específicas podem explorar também esse universo.

Pesquisa quantitativa, qualitativa ou ambas?

Tipos de pesquisa de mercado para UX Research

Pensando especificamente na pesquisa de mercado quantitativa, alguns tipos de estudo fazem toda a diferença para entender seu usuário e investigar melhor a sua experiência.

Os principais, para te inspirar na sua estratégia de UX Research, são:

  • Teste de produto – Ao fazer uma pesquisa de teste de produto, você vai descobrir se a sua ideia é mesmo genial, pode identificar qual o seu público alvo, saber se já existem concorrentes no mercado e quais os pontos fortes e fracos deles e descobrir até mesmo quanto as pessoas estão dispostas a pagar pela novidade.
  • Teste de campanha – As estratégias de marketing e publicidade podem despertar as interações mais diversas entre consumidores e marcas. Mas como garantir que isso acontece? Como garantir que o seu usuário capta sua mensagem, interage corretamente com sua ação de marketing e absorve o conteúdo positivamente? Um teste de campanha vai te ajudar a obter essas respostas.
  • Teste de conceito – Vai lançar um novo negócio? Uma nova funcionalidade dentro de algo que já existe? Quer passar uma mensagem totalmente nova? Então teste conceitos. De forma bem ampla, uma pesquisa de teste de conceito pode apresentar a usuários em potencial uma série de novidades e medir como eles reagem a isso.

Esses são só alguns exemplos de possibilidades para começar a trabalhar a UX Research. As pesquisas acima podem ser um bom ponto de partida mas você não precisa parar nelas. Quer trabalhar com pesquisas de forma ainda mais inteligente, mas ainda prática (e sem gastar muito)? Então converse com a nossa equipe e veja como o Opinion Box pode te ajudar.

Clique no banner abaixo para marcar um bate-papo sem compromisso com nosso time e veja como potencializar sua UX Research!

Também poderá gostar de:

AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.