Mensageria no Brasil: dados inéditos da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box

Pedro D'Angelo
Mensageria no Brasil: dados inéditos da pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box

O Opinion Box e o Mobile Time trabalham juntos para investigar o avanço da tecnologia e o comportamento do consumidor mobile com várias pesquisas exclusivas. É o caso das pesquisas exclusivas que desenvolvemos sobre mensageria no Brasil, uso de apps e m-commerce, por exemplo.

As pesquisas de tracking costumam trazer insights muito valiosos, e com a pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box: Mensageria no Brasil não é diferente. Em sua mais nova edição, os resultados mostram que os principais serviços de mensageria, ainda que já muito populares, continuam crescendo.

Veja a seguir alguns dos principais resultados. Para conferir os dados completos, basta baixar gratuitamente o relatório.

Mensageria no Brasil: resultados da pesquisa

Esta já é a nona edição da pesquisa Mensageria no Brasil. Desde o primeiro estudo sobre o tema, avaliamos a aceitação, a satisfação e os hábitos de uso dos internautas brasileiros com seus apps de trocas de mensagens.

Esses aplicativos, como o WhatsApp, o Facebook Messenger e o Telegram já são bastante populares, mas isso não quer dizer que eles não continuam crescendo. O WhatsApp continua soberano, presente em 98% dos smartphones de internautas brasileiros. Também chega a 98 a porcentagem de usuários que abre o WhatsApp todos os dias.

Facebook Messenger e Instagram vem a seguir, presentes em 79% e 72% dos smartphones, respectivamente.

Também é importante ressaltar que o uso dos apps não se restringe apenas à comunicação com amigos e família. Mais da metade dos entrevistados que tem cada app instalado afirma que os utiliza para se comunicar com empresas. Entre os usuários de WhatsApp, inclusive, o índice chega a 69%.

Tirar dúvidas ou pedir informações é o principal uso de quem conversa com marcas no WhatsApp (70%). Em seguida, suporte técnico (60%) e promoções (59%) ficam empatados tecnicamente como segunda opção dos internautas que se comunicam com empresas pelo app.

Para saber todos os detalhes da pesquisa Mensageria no Brasil e entender as tendências de uso do WhatsApp por empresas, baixe o relatório completo da pesquisa.

Outros dados da pesquisa sobre mensageria no Brasil

A pesquisa sobre mensageria no Brasil também abordou outros temas, como o uso de SMS, o grau de fidelidade dos usuários com os aplicativos de mensagem, o perfil dos usuários e muito mais.

Nesta edição foram entrevistados 2.102 brasileiros com mais de 16 anos de idade, que acessam a Internet e possuem celular, respeitando as proporções de gênero, idade, renda mensal e distribuição geográfica desse grupo. As entrevistas foram feitas online entre 17 e 25 de julho de 2019. Esta pesquisa tem validade estatística, com margem de erro de 2,1 pontos percentuais e grau de confiança de 95%.

O relatório traz ainda análises do Fernando Paiva, editor do Mobile Time. Para conferir os dados completos é só clicar no banner abaixo:

Também poderá gostar de:

Pesquisa sobre política no Brasil: o que os brasileiros pensam sobre a... Está difícil acompanhar o noticiário de política. As propostas sobre a reforma política já mudaram inúmeras vezes. Os es...
Opinion Box e Hekima pesquisam: Homofobia no Brasil Indiscutivelmente, a homofobia está em pauta no Brasil e no mundo. Muitas discussões estão acontecendo sobre as leis que...
AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.