Como fechar mais negócios usando markerting por dados

Pedro D'Angelo
Como fechar mais negócios usando markerting por dados

Todo artigo que fale sobre como fechar mais negócios deve encher os olhos de quem deseja vender mais. E pensando nos departamentos de marketing e vendas, dos gestores e empreendedores em geral, quem não tem esse objetivo?

Os caminhos a serem percorridos por quem quer aprender como fechar mais negócios podem ser vários. O time comercial pode se preocupar em aprender novas técnicas de vendas e persuasão. Os pequenos empreendedores podem tentar ampliar os negócios e trabalhar em cima de públicos diferentes dos que já considera. O marketing, por outro lado, pode se tornar mais digital, automatizado e inteligente. Mas também existe uma ideia que pode ser utilizada por todos os profissionais citados: o marketing por dados.

Marketing por dados: por que se preocupar?

Vamos direto ao ponto aqui. O marketing precisa ser orientado por dados para ser eficaz.

Se você conhece o comportamento, as metas, as dores e os desafios de seu consumidor, é possível desenvolver campanhas de marketing que atendam às suas necessidades específicas.

Dados como padrões de navegação de um usuário, atividade de mídia social, comportamento de compra online e outras métricas podem ajudar você a concentrar seus esforços de marketing no que funciona. Por isso, colete o máximo de informações sobre o seu mercado-alvo, tanto quanto você puder. Quando bem utilizados, esses dados estarão no centro de qualquer estratégia de marketing bem-sucedida.

Como fechar mais negócios com dados de marketing

Até aqui tudo bem. O marketing por dados é importante e impulsiona os negócios, mas como isso funciona na prática? Se o seu foco é saber como fechar mais negócios, veja como usar dados de marketing para alcançar esse objetivo.

Levantando dados sobre o seu cliente ou prospect

Para saber como fechar mais negócios na prática, vamos pensar em formas de se antecipar e entregar valor ao cliente.

Ainda em estágios mais iniciais da negociação e do funil de vendas, levante dados que sejam relevantes para o seu futuro cliente. Imagine chegar em uma reunião com o seu prospect e apresentar dados que ele mesmo ainda não tem sobre seu mercado de atuação e os consumidores que ele atende. Dá para impressionar, não é mesmo?

Pensando nisso, você pode se antecipar e fazer pesquisas de comportamento do consumidor, levantar dados de mercado e de compras dos produtos que seu cliente oferece aos consumidores dele. Quem vende direto ao cliente, pode preparar materiais de marketing digital e disponibilizá-los também para acesso. É o que fazemos, por exemplo, com parte dos Materiais que o Opinion Box oferece.

Nossos materiais tem como objetivo oferecer dados sobre pesquisa de mercado para que nossos futuros clientes possam entender logo de cara o que eles podem obter quando fazem suas próprias pesquisas.

Isso funciona muito bem para agências de publicidade. Em negociações com grandes contas, levar dados sobre os negócios, mercado e os consumidores do futuro cliente podem fazer toda diferença. Da mesma forma como as concorrências existem para comprovar sua capacidade de atender perfeitamente às demandas do cliente, os gestores das agências podem chegar munidos de dados e já deixar claro o que é possível fazer nos futuros projetos com a nova conta.

Levantando dados sobre a concorrência

Da mesma forma que levantar dados sobre o próprio cliente é importante, você também pode surpreendê-lo com dados da concorrência dele. Essa é uma forma de mostrar as vantagens competitivas que você pode oferecer a ele, acertando em cheio em uma dor comum das empresas: a de deixar o concorrente pra trás.

Ao observar como as outras empresas estão se planejando e agindo, é possível avaliar quais estratégias e ações estão dando certo e entender quais fariam sentido para o seu próprio negócio. Quem consegue transmitir esse tipo de dado para o cliente, certamente estará alguns passos a frente no desafio de como fechar mais negócios.

Existem diferentes formas e métodos para você analisar sua concorrência. Para conhecê-los corretamente e aprender a usar marketing por dados como forma de analisar os concorrentes do seu cliente, veja nosso conteúdo especial sobre o tema.

Veja aqui como fazer uma análise de concorrência eficaz de verdade!

Usando dados do seu site, blog e redes sociais

Até agora você já viu como levantar dados de fora da sua empresa, pensando no mercado, consumidores e até nos concorrentes. É nesses pontos que as pesquisas de mercado são extremamente úteis, mas o trabalho não para por aqui.

Para saber como fechar mais negócios com marketing por dados, você também deve olhar para dentro. Isto é, usar dados que você já tem e pode nem saber!

Um bom uso de dados que você já tem é olhar para dados de acesso e navegação do seu site e blog, além das interações que sua marca tem nas redes sociais.

Dessa forma, você consegue entender melhor o perfil dos seus consumidores e a forma como eles já vêm interagindo com sua empresa. Com o Google Analytics, por exemplo, você pode entender como os usuários do seu site, blog ou app interagem com seu conteúdo. Assim, será possível saber o que gera bons resultados e o que não funciona. Você também pode conectar os sistemas para analisar o CRM, os pontos de venda e outros pontos de contato com seus clientes para ter uma visão mais completa.

Todos esses dados vão te ajudar a entender bem o seu cliente. A partir daí, a tarefa de vender mais estará muito mais sob o seu controle do qu e você pode imaginar.

Analisando dados de vendas que já fez

Os dados internos da área de vendas têm informações preciosas para quem quer saber como fechar mais negócios. Por isso, recorra ao seu próprio comercial para pegar insights sobre o que funciona e o que não funciona nas suas estratégias de marketing e vendas.

As áreas de marketing e vendas devem estar sempre interligadas e é com dados que elas vão complementar corretamente as estratégias uma da outra. O marketing, ao anunciar suas soluções, precisa passar ao consumidor a imagem correta do que o time de vendas será capaz de prometer e entregar. E essas negociações, fechadas pelo comercial, trazem experiências que devem ser levadas em conta no futuro das duas áreas.

Quanto tempo dura a negociação com seus clientes? Qual a qualidade dos leads que o marketing tem gerado? Quais as maiores dores os clientes apresentaram ao conversar com o comercial? Registre tudo isso e use a experiência para fechar mais negócios – e agir mais rapidamente para isso.

O assunto da união entre marketing e vendas para o sucesso de um negócio não deve parar por aqui. Para continuar aprendendo sobre essa relação e seu impacto positivo nos resultados de uma empresa, baixe também nosso ebook sobre como a pesquisa de mercado vai te ajudar a melhorar seu marketing e as estratégias de vendas. É só clicar no banner abaixo para fazer o download.

Também poderá gostar de:

4 tendências do comportamento do consumidor que você não pode ignorar... Comportamento do consumidor é um tema recorrente aqui no blog do Opinion Box. Não teria como ser diferente. A pesquisa d...
Geração Z: 3 motivos para você conhecer este público de perto Eles já nasceram totalmente conectados e não sabem diferenciar o mundo online do offline. Cresceram em um mundo assustad...
AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.