Comportamento do consumidor: o que as redes sociais te ensinam sobre seu público

Pedro D'Angelo
Comportamento do consumidor: o que as redes sociais te ensinam sobre seu público

É normal que, ao longo do tempo, o comportamento do consumidor, os hábitos e as preferências mudem conforme uma série de fatores. Hoje, com a tecnologia cada vez mais em favor do usuário, essas mudanças acontecem ainda mais rapidamente. Se até as pesquisas de mercado estão cada vez mais rápidas, práticas e acessíveis, pense como tudo mais também vem evoluindo. Por isso, o desafio de quem precisa entrar na mente do consumidor está cada dia maior.

A internet, em geral, e especialmente as redes sociais, são um bom norte na hora de mapear mudanças e tendências no comportamento do consumidor. Fazendo um exercício rápido, pense como existem redes sociais com propósitos, funções e públicos diversos. Tente se lembrar de quantas redes sociais você conheceu, pelo menos de ouvir falar, no último ano.

Todos esses canais, mais novos ou já há mais tempo estabelecidos, dizem muito sobre seus usuários e oferecem muita informação. Seja para conhecer melhor seu público, tentar proporcionar experiências personalizadas ao cliente e, no fim das contas, vender mais, precisamos considerar a importância dos dados que podem ser obtidos analisando as redes sociais.

Onde está o seu público?

Se estamos falando de redes sociais e ainda vamos relacionar com pesquisa de mercado, é natural que o assunto comece com perguntas. E antes de mais nada, o que queremos saber é: onde está seu público?

O seu futuro cliente usa Facebook, compartilha tweets e posta fotos no Instagram? Ele já entendeu o Snapchat? Saber as redes sociais usadas pelo seu público-alvo é essencial para começar a entender como o comportamento dele na internet vai te ajudar.

Tendo em mente o seu público-alvo ideal, ou suas Buyer Personas, identificar as redes sociais que elas utilizam pode te ajudar em diversos aspectos. Com essas informações, você pode encontrar os canais certos para melhorar o relacionamento da sua marca com o cliente, identificar novas plataformas para lançamento de material publicitário e muito mais.

E a melhor forma de ter essa informação para trabalhar, é claro, é perguntando ao próprio usuário.

O que dizem por aí

Sabendo onde se encontra o seu público-alvo, o próximo passo é aprofundar a sua pesquisa e descobrir o que vem sendo dito por ele na internet. O discurso de uma pessoa em uma rede social reflete quem é aquele indivíduo, do que ele gosta, o que ele busca e como ele se relaciona com pessoas e marcas.

Para descobrir o que seu público-alvo curte, compartilha e divulga nas redes sociais, você pode usar das estratégias mais variadas, que vão desde um grande monitoramento de Big Data a uma pesquisa diretamente com o público, perguntando especificamente sobre os conteúdos que mais lhe atraem, que ele mais compartilha, quais os horários em que o usuário mais fica online e o que ele gosta que apareça no seu feed.

Com isso, é possível conhecer ainda melhor quem está por trás da tela do computador e do smartphone. E claro, melhorar a sua própria comunicação online, alinhar o seu discurso com o do consumidor e personalizar ainda mais um eventual atendimento via rede social.

Recomendado para você: Marketing de conteúdo e pesquisa de mercado: como gerar conteúdo relevante para o seu público-alvo

Redes diferentes, pessoas diferentes

Todo mundo certamente já ouviu alguém relativamente jovem dizer que está velho demais par alguma coisa, certo? Se você não se lembra de ter ouvido essa frase tão amarga, tente se lembrar: pode ser que você tenha sido a pessoa que disse essas palavras numa roda de amigos.

Se sentir velho para redes sociais, ultimamente, tem sido um sentimento comum. É claro que não estamos falando do Facebook, que se tornou praticamente universal, mas se a cada diz surge um novo app, uma nova forma de comunicação, um novo jeito de compartilhar conteúdo e se relacionar com pessoas, é natural que muita gente tenha dificuldade de se adaptar.

Com base nisso, sempre que formos trabalhar de alguma forma nas redes sociais e por meio delas, precisamos ter em mente a segmentação de público que utiliza aquela plataforma.

Vamos pegar como exemplo o Snapchat, que se tornou sensação instantaneamente entre os adolescentes quando surgiu há alguns anos. A rede social de fotos e vídeos curtos que são apagados após a visualização causou certo estranhamento quando começou a fazer sucesso, mas hoje já é um dos apps mais presentes nos smartphones, conforme descobrimos no último Panorama Mobile Time/Opinion Box: Uso de Apps no Brasil. É só conferir o relatório completo da pesquisa e o resultado não vai nem surpreender: o Snapchat é o queridinho dos mais jovens.

E hoje, enquanto muita gente “mais velha” desistiu de usar o Snapchat, ele vem investindo em filtros divertidos e funções que agradam os jovens. E enquanto isso acontece, as marcas já estão começando a tomar espaço com campanhas e ações no Snap voltados justamente para esse público específico.

É por tudo isso e muito mais que estudar as redes sociais do seu consumidor ideal pode trazer bons frutos para a sua marca nos mais diversos aspectos.

Então, vamos descobrir mais sobre o assunto fazendo uma pesquisa sobre as redes sociais do seu público-alvo? Você pode até disponibilizar o link da sua pesquisa nas suas próprias páginas, gratuitamente. É só conhecer a nossa Plataforma de Pesquisa e colocar a mão na massa agora mesmo. Ah, e falando em redes sociais, já seguiu a gente no LinkedIn e deixou um like no nosso Facebook?

Também poderá gostar de:

11 sites e blogs que qualquer pessoa que trabalha com pesquisa de merc... Quem trabalha com pesquisa de mercado deve ser curioso por natureza. Entender o comportamento do consumidor, antecipar t...
Marketing de conteúdo e pesquisa de mercado: como gerar conteúdo relev... O marketing de conteúdo não para de crescer, e não é difícil entender o motivo Não precisa ser nenhum especialista em...
AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.