Pesquisa de mercado online: 5 erros que podem atrapalhar sua pesquisa

Daniela Schermann
Pesquisa de mercado online: 5 erros que podem atrapalhar sua pesquisa

Fazer uma pesquisa de mercado online é uma tarefa bem simples. Basta criar seu questionário, definir o seu público e analisar os resultados. Seguindo nossas dicas e sugestões, qualquer pessoa pode criar a sua pesquisa de mercado sozinho, sem sair da frente do computador.

Nós inclusive já listamos aqui no blog quais são os erros imperdoáveis na hora de fazer uma pesquisa de mercado online. Mas, hoje, eu quero falar daqueles erros simples, que todo mundo acaba cometendo vez ou outra, e que podem atrapalhar o sucesso da sua pesquisa de mercado.

1. Não estimar os prazos corretamente

Ao fazer o briefing da sua pesquisa de mercado, é importante planejar todos os detalhes. Se você tem um prazo para ter em mãos os resultados da sua pesquisa, é importante traçar um cronograma de trás para frente.

Ao estimar os prazos da sua pesquisa, alguns itens são muito importantes, e normalmente acabam esquecendo. Por exemplo, se você trabalha em uma agência ou consultoria e vai fazer o questionário para o seu cliente, lembre-se que provavelmente ele vai precisar aprovar o questionário.

Não se esqueça, portanto, de incluir esse período no cronograma. O mesmo vale caso o seu chefe ou alguma outra pessoa da sua equipe queira validar o questionário.

Se você vai fazer a sua pesquisa por email, tenha em mente que a coleta pode durar mais tempo do que você está prevendo. Dependendo da qualidade do seu mailing, pode ser preciso fazer um reforço do convite da pesquisa. Por isso, é sempre importante incluir alguns dias a mais na coleta dos dados para não ficar decepcionado ou ter problemas.

Vale ressaltar que é possível fazer uma pesquisa de mercado online em 7 dias. Além disso, lembre-se que, ao fazer uma pesquisa com nossos especialistas, nós nos responsabilizamos pelo cronograma.

Recomendado para você:  Como fazer uma pesquisa de mercado online em 7 dias

2. Usar muitas perguntas abertas

As perguntas abertas são excelentes para que você saiba exatamente o que seu consumidor pensa. Você pode, por exemplo, pedir para que os entrevistados expliquem com as próprias palavras porque eles deram uma determinada nota na questão anterior da sua pesquisa de satisfação. Ou, ainda, pedir para que eles digam qual a primeira coisa que vem à sua mente ao ouvir o nome da sua marca em uma pesquisa de imagem.

Esse tipo de questão pode dar excelentes insights. Por outro lado, é sempre bom ter em mente que as perguntas abertas são mais difíceis de analisar. Por isso, devem ser usadas com cautela.

Ao criar um questionário, muitas vezes podemos ter dificuldade de elaborar as alternativas corretas, que cubram todos os cenários. Nesses casos, é comum optar pelas perguntas abertas. Mas lembre-se sempre de observar se o seu questionário não contém muitas perguntas em texto, e avalie se alguma delas pode virar uma questão de resposta única ou múltipla.

Recomendado para você:  Conheça os tipos de pergunta e quando usar cada um na sua pesquisa de mercado

3. Não refletir sobre o assunto do email

Se você vai fazer sua pesquisa de mercado online com seus contatos, você pode customizar a mensagem de email que vai ser encaminhada para seu mailing com o link da pesquisa. É muito importante pensar nessa mensagem com carinho, especialmente no assunto do email.

Crie um assunto de email que seja interessante e simpático para que as pessoas abram o email. Senão, você não vai conseguir o número de respostas que espera para a sua pesquisa.

Muitas pessoas não dão a devida atenção para esse item, e acabam tendo dificuldades de obter retorno. Por isso, reflita bastante sobre o assunto do seu email antes de enviar sua pesquisa de mercado.

Recomendado para você:  Convite de pesquisa de mercado: Como escrever um email adequado

4. Não utilizar os filtros de segmentação ideais para sua pesquisa de mercado online

Entrevistar o público certo é fundamental. Alguns tipos de pesquisa precisam ser feitas com seus próprios contatos, como a pesquisa de satisfação, por exemplo. Outras, devem ser feitas preferencialmente em um Painel de Respondentes. É o caso de uma pesquisa de teste de produto ou de imagem de marca.

Além disso, é muito importante que você utilize os filtros de segmentação corretamente. Por exemplo, se o seu produto destina-se apenas às mulheres, não adianta nada que homens participem da pesquisa. Se é uma pesquisa sobre serviços para a terceira idade, também é fundamental que seus entrevistados tenham a idade correta.

Alguns tipos de filtro não estão disponíveis automaticamente no nosso Painel de Respondentes. Mas você pode pedir um orçamento para os nossos especialistas que nós fazemos a pesquisa para você.

Se precisar segmentar o seu público em uma pesquisa de mercado com seus contatos, você pode utilizar o recurso de lógica do questionário. Dessa forma, só as pessoas que te interessam continuarão a responder a pesquisa.

Recomendado para você:  Lógica no questionário: 3 vantagens práticas que esse recurso oferece ao criar uma pesquisa de mercado

5. Não testar o questionário

Seja por pressa, preguiça ou distração, é comum as pessoas não testarem o questionário antes de lançar a pesquisa. Esse é um dos erros mais comuns, e também dos que mais geram problemas para a sua pesquisa de mercado online.

Muitas vezes, é só na hora de testar seu questionário que você vai encontrar erros, como questões fora de hora, alternativas faltando ou até mesmo erros de português. Além disso, sempre que possível, é interessante que outra pessoa, que não participou do processo de criação, teste também.

Dessa forma, ela pode sugerir mudanças e identificar problemas que quem está muito envolvido no processo acaba não percebendo.

E você? Já cometeu algum erro simples ao fazer uma pesquisa de mercado? Conte para a gente nos comentários.

Também poderá gostar de:

4 dicas valiosas para quem quer fazer pesquisa de mercado online A pesquisa de mercado online é uma excelente ferramenta para quem quer tomar decisões com segurança. Com uma pesquisa, é...
Pesquisa de mercado para iniciantes Se você nunca fez pesquisa de mercado porque acha que é caro ou difícil, este texto é para você. Nós vamos explicar tudo...
AUTOR
Daniela Schermann

Daniela Schermann

Jornalista e Head de Marketing do Opinion Box, é especialista em Inbound Marketing e entende tudo sobre pesquisa e comportamento do consumidor. Prefere ser chamada só de Dani e está sempre aprendendo alguma coisa nova.