Os 5 maiores desafios para quem quer utilizar o Big Data

Daniela Schermann
Os 5 maiores desafios para quem quer utilizar o Big Data

Big Data é o termo popular para bases de dados gigantescas e complexas que, quando processadas e cruzadas, permitem diversos tipos de análises e previsões. Os dados fornecidos pelo Big Data fornecem informações valiosas para as mais diferentes áreas, podendo ajudar, por exemplo a prevenir doenças e catástrofes ou a combater o crime.

No mundo dos negócios, o Big Data auxilia empresas a otimizar processos, detectar erros ou fraude, identificar tendências e fazer diversos tipos de previsões que vão ajudar as empresas a economizar tempo e dinheiro.

Mas, de acordo com a Gartner, uma das maiores empresas de consultoria e inteligência do mundo, levará de 5 a 10 anos para que as empresas possam incorporar o Big Data no seu dia a dia. Isso porque muitos desafios precisam ser vencidos. Veja agora os 5 principais:

Infraestrutura de armazenamento e processamento

Quando se fala em Big Data, estamos falando em um volume de dados realmente gigantesco. Há casos em que o processamento pode demorar horas ou dias, ou mesmo ultrapassar a capacidade das plataformas.

Recomendado para você: Inteligência Artificial e marketing: não é mais ficção científica

Curadoria dos dados

Na maioria das vezes, esses dados são coletados de forma não-estruturada. Por isso, é preciso fazer um pré-processamento para que eles possam começar a ser analisados. Além disto, com tantos dados, é necessário escolher o que será analisado.

Técnicas de análise

Nos últimos anos, emergiu uma nova disciplina chamada Data Science para lidar com os desafios de processar e analisar bases de dados muito grandes. Ela utiliza técnicas e teorias de diversas áreas como matemática, estatística, TI e teoria da informação, incluindo inteligência artificial, processamento natural de linguagem e análise preditiva. Estes profissionais ainda são escassos no mercado.

Visualização dos dados

Plotar milhões ou bilhões de pontos em gráficos tradicionais torna-se inviável. Para ligar quantidades tão grandes de dados é necessário recorrer a novas formas de visualização e agrupamento dos dados.

Privacidade e segurança na era do Big Data

Muitas vezes, estes dados são obtidos por sensores, smartphones e navegação na internet, entre outras formas. Isso levanta questões. “A quem pertencem estas informações?”, “Como e para que fins elas poderão ser usadas”?, “Como a identidade dos usuários será protegida?”.

Ainda assim, algumas empresas já se beneficiam da utilização do Big Data. A Amazon, o Facebook e o Google são os exemplos mais comuns. E não há dúvidas de que, muito em breve, diversas empresas de diferentes ramos de atividades, estarão utilizando o Big Data como um meio para obter mais respostas, informações e inteligência que auxiliem na tomada de decisão no seu negócio.

Também poderá gostar de:

Como o SaaS está mudando o dia a dia dos profissionais de marketing SaaS, ou Software as a Service, é um termo que define todo tipo de software que oferece um serviço online sem precisar q...
Vídeos: como usá-los em sua estratégia de marketing Você já assistiu a algum vídeo online hoje? De acordo com o Google, o Brasil é o segundo maior mercado de visualizações ...
AUTOR
Daniela Schermann

Daniela Schermann

Jornalista e Líder de Marketing do Opinion Box, é especialista em Inbound Marketing e entende tudo sobre pesquisa e comportamento do consumidor. Prefere ser chamada só de Dani e está sempre aprendendo alguma coisa nova.

Daniela Schermann
Receba nossas novidades por e-mail