Dados sobre a pandemia no Brasil: o que continua mudando para o consumidor? (3ª edição)

Pedro D'Angelo
Dados sobre a pandemia no Brasil: o que continua mudando para o consumidor? (3ª edição)

O Opinion Box está realizando uma série de pesquisas com dados sobre a pandemia no Brasil. Enquanto os números de casos da covid-19 disparam pelo país e pelo mundo, nós queremos entender o impacto disso nos hábitos de compra e consumo dos brasileiros. 

Já lançamos o terceiro relatório que trazemos a você, além de um infográfico especial. Acompanhe agora aqui no blog, no LinkedIn e no Instagram do Opinion Box as novidades em primeira mão! Veja a seguir os principais destaques dessa edição da pesquisa sobre a pandemia no Brasil:

Futuro pós Covid-19: o que o brasileiro espera?

O cenário da pandemia no Brasil e no mundo ainda é de muita incerteza. Países com milhares de casos e óbitos, ainda em isolamento, não têm previsão concreta de quando a situação pode se normalizar.

Nesta edição da pesquisa sobre o coronavírus, pela primeira vez, convidamos nossos entrevistados a olhar para o futuro. Quisemos saber quando eles pensam que tudo vai acabar, e quais são as mudanças de comportamento que vieram para ficar.

Logo de cara, descobrimos que a maioria dos entrevistados acredita que demorarão meses para
que a situação volte ao normal. São 73% que acreditam que em alguns meses voltaremos à normalidade. 16% acreditam que será em semanas, enquanto outros mais pessimistas acreditam que será em anos (6%).

Propusemos também que os entrevistados avaliassem, entre algumas tendências de comportamento que surgiram
ou se intensificaram durante a pandemia, quais irão permanecer.

Das novas atitudes ou hábitos que apresentamos, o maior cuidado com a higiene (63%) é o que as pessoas mais acreditam que veio para ficar. Em seguida, 53% acham que seguiremos optando por compras de pequenos produtores ou produtores locais. Os supermercados online e via delivery vêm em 3º apontados por 49%.

O uso de máscaras, comum em países asiáticos e já determinado como recomendação para se proteger da pandemia no Brasil, não deve ficar para o futuro. Apenas 27% acham que esse hábito vai se manter.

Como está sendo o isolamento social no Brasil

Os dados da nossa pesquisa mostram que 1 a cada 5 entrevistados está em isolamento total. Esse número caiu em relação à onda anterior da pesquisa, em que praticamente um quarto dos entrevistados estavam totalmente isolados.

Aqueles que estão apenas evitando aglomerações, mas ainda se encontram com amigos e familiares, são a maioria:59%.

Por outro lado, o percentual de pessoas que não estão em nenhum tipo de isolamento permanece o mesmo e representa apenas 6% dos entrevistados.

Uma análise aprofundada dos dados mostra que as pessoas que vivem em capitais ou regiões metropolitanas estão mais isoladas que as do interior. São 22% em isolamento total nos grandes centros urbanos e 16% no interior dos estados. Além disso, as pessoas de 30 a 49 anos são as que estão menos isoladas. Apenas 18% está em isolamento total, conforme apontaram na pesquisa sobre a pandemia no Brasil. Por outro lado, 96% das pessoas com 50 anos ou mais estão em isolamento, sendo que 24% estão em isolamento total.

Desemprego e impacto financeiro na crise do coronavírus

A pandemia no Brasil também já causou impacto nos índices de desemprego. De acordo com os próprios brasileiros entrevistados, 29% estão desempregados atualmente.

Antes do coronavírus chegar ao Brasil, a pesquisa aponta que havia 19% de desempregados. Ou seja, em pouco mais de um
mês houve um aumento de 10 pontos percentuais entre aqueles que afirmam que estão desempregados.

As preocupações com a diminuição da renda e com o aumento dos gastos se mantém desde a primeira edição da pesquisa. 59% acham que a renda deve diminuir até o fim da pandemia e 48% acham que os gastos vão aumentar.

Algumas medidas para economizar, como cortar gastos ou atrasar contas e dívidas, já vem ocorrendo também. De acordo com a pesquisa, 29% já atrasaram o pagamento de contas ou dívidas por causa da pandemia no Brasil. Outros 25% ainda pretendem fazer isso.

Relatórios completos sobre a pandemia no Brasil

Os dados acima são só alguns destaques da última pesquisa sobre a pandemia no Brasil que realizamos.

Para conferir o relatório completo, é só clicar no banner abaixo.

Além disso, ao acessar o material, você poderá conferir todas as outras edições da pesquisa, que analisaram pontos diferentes do impacto do coronavírus. Leia e descubra dados sobre consumo de produtos, impacto na vida financeira, situação de profissionais prestadores de serviço e autônomos, e muito mais!

Dados sobre a pandemia no Brasil: o que continua mudando para o consumidor? (3ª edição)

Comportamento do consumidor em crises: como entender?

Em tempo de crises, é natural que o comportamento mude, que novos hábitos apareçam enquanto outros somem do cotidiano. Como nas pesquisas que estamos fazendo no Opinion Box, uma pesquisa de mercado aplicada junto ao consumidor pode trazer insights importantes para desvendar essas mudanças.

Se o seu negócio, de qualquer forma, é impactado pela crise atual, experimente conversar com seu mercado. E o Opinion Box pode te ajudar!

Nós estamos ajudando empresas de diversos mercados, portes e segmentos a entender as mudanças de hábito e comportamento causadas pela pandemia no Brasil. Se quiser conversar sobre os seus desafios e entender como podemos te ajudar, entre em contato!

É só clicar no banner abaixo e agendar uma consultoria gratuita com o nosso time. Estamos te esperando!

Também poderá gostar de:

AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.