Como eu planejei minha viagem de férias da mesma forma que planejo fazer uma pesquisa de mercado

Como eu planejei minha viagem de férias da mesma forma que planejo fazer uma pesquisa de mercado

Vou começar este post com uma confissão: enquanto você lê estas linhas, eu não estou no Opinion Box. Estou curtindo minhas merecidas férias. E não estou falando isso para me gabar, e sim porque o objetivo deste post é mostrar, mais uma vez, como a gente faz pesquisa de mercado no nosso dia a dia sem nem perceber. E vou usar a minha experiência pessoal para mostrar como o planejamento de uma viagem tem tudo a ver com pesquisa de mercado.

Orçamento

Seja uma viagem, uma pesquisa de mercado, a reforma de um apartamento ou a construção de um site novo, qualquer projeto começa com uma pergunta básica: quanto eu pretendo ou quanto eu posso gastar?

No caso de uma viagem, se o seu orçamento é mais limitado, já dá para descartar, por exemplo, viagens internacionais ou roteiros mais luxuosos. Já no caso da pesquisa de mercado, metodologias mais caras e complexas também podem ser deixadas para uma próxima oportunidade.

Pensando na minha viagem, com o dólar em alta, eu percebi que meu orçamento iria permitir apenas viagens pelo Brasil, o que eu não achei nem um pouco ruim, já que existem inúmeros lugares por aqui que eu sonho em conhecer.

Definição do problema

A primeira parte de uma pesquisa de mercado é entender o que você quer descobrir. Não adianta querer resolver todos os problemas da sua empresa em uma mesma pesquisa. Da mesma forma, não adianta querer visitar museus, ir pra praia, esquiar, conhecer gente, sair à noite, relaxar, fazer passeios de bicicleta, meditar sozinha no meio do mato e fazer tour gastronômico em uma mesma viagem (ok, talvez no Rio de Janeiro você consiga fazer tudo isso menos esquiar, mas você entendeu meu argumento).

Então eu precisava definir meu “problema” de viagem. Não foi difícil: eu queria fazer uma viagem em que eu estivesse em contato com a natureza, de preferência que desse para fazer caminhadas.

Recomendado para você: Como definir o problema da sua pesquisa de mercado

Pesquisa em dados secundários

Esta etapa nem sempre é obrigatória, mas dependendo do tema da sua pesquisa, é interessante fazer uma pesquisa na internet, em revistas e blogs para saber o que já existe de conteúdo e dados disponíveis sobre o tema. Eu passei algumas madrugadas revirando todos os sites de viagens para conhecer os destinos mais bacanas de ecoturismo do Brasil.

Criação do questionário

Na pesquisa de mercado, é o momento em que você vai criar as perguntas da sua pesquisa. No caso da viagem, é onde você vai criar o roteiro. Eu tinha 15 dias de férias e por isso precisava resolver as passagens, os hotéis, os passeios etc.

Definição do público-alvo

Em uma pesquisa, você precisa encontrar as pessoas certas para responder sua pesquisa, de acordo com filtros como faixa etária, renda, idade e região. No planejamento de uma viagem, você precisa encontrar a companhia ideal para acompanhá-lo no seu roteiro. Por exemplo, a minha mãe sempre é uma ótima parceira de viagens, mas ecoturismo não é nem um pouco do interesse dela. Assim, eu acabei convencendo uma das amigas mais especiais a me acompanhar nessa aventura.

Lançar a pesquisa e analisar os resultados

Questionário pronto, público-alvo escolhido, tudo dentro do orçamento e conforme o planejamento. É hora de lançar a pesquisa! E se você está curioso para saber onde estou, eu te conto: vim parar no Jalapão (TO) e depois vou para a Chapada Diamantina (BA).

E você, quer planejar uma pesquisa de mercado ou uma viagem?

Também poderá gostar de:

AUTOR

Daniela Schermann

Jornalista e Head de Marketing do Opinion Box, é especialista em Inbound Marketing e entende tudo sobre pesquisa e comportamento do consumidor. Prefere ser chamada só de Dani e está sempre aprendendo alguma coisa nova.