Como fazer análise SWOT e por que sua empresa precisa de uma

Pedro D'Angelo
Como fazer análise SWOT e por que sua empresa precisa de uma

A análise SWOT é uma ferramenta simples e muito conhecida. Como parte do planejamento estratégico, a matriz é um jeito prático de enxergar as vantagens e os desafios que uma empresa deve enfrentar no futuro. Já existe muito conteúdo por aí falando sobre como fazer análise SWOT, mas qual o melhor jeito de desenhar a sua?

Veja agora para que serve a SWOT e como elaborar a sua de forma prática, rápida e, claro, com os dados certos.

O que é análise SWOT?

O planejamento estratégico é um processo que tem como objetivo traçar as diretrizes da empresa para um determinado período de
tempo. É nesse documento, tão importante para as empresas, que geralmente encontramos a análise SWOT.

A análise SWOT é uma ferramenta extremamente importante para qualquer empresa e que de tempos em tempos precisa ser reavaliada.

Na prática, uma análise SWOT é uma matriz que estabelece os aspectos positivos e negativos do ambiente interno e do ambiente externo da sua empresa. SWOT significa Strenghts (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças).

As forças e fraquezas se referem ao ambiente interno. Em geral, são situações que a empresa tem condições de controlar, ou seja, tem como agir para mudar, melhorar, ampliar ou minimizar. Já as oportunidades e ameaças se referem aos fatores externos, que impactam direta ou indiretamente a empresa e que não há como controlar. Mesmo as oportunidades e ameaças requerem ações, seja para minimizar os danos ou para aproveitar melhor uma chance que aparece.

Como fazer análise SWOT

Mas e na prática, como fazer análise SWOT de verdade?

Para responder aos quatro pontos da matriz, veja as perguntas que você deve se fazer sobre o seu negócio e o momento da sua empresa.

Como definir as Forças (S)

  • O que te diferencia da concorrência?
  • Quais os atributos positivos da sua marca?
  • Pensando nos seus clientes recorrentes, por que eles compram a sua marca?

Como definir as Fraquezas (W)

  • Quais pontos precisam melhorar para aumentar a competitividade?
  • Quais áreas ou setores da empresa estão deficientes?
  • Quais os motivos de insatisfação dos consumidores?

Como encontrar as Oportunidades (O)

  • Quais mudanças aconteceram no mercado que podem te impactar positivamente?
  • Houve mudanças de legislação?
  • Alguma mudança no cenário macroeconômico que te favoreça?
  • Alguma nova tecnologia que você possa melhorar processos, logística ou produção?

Como encontrar as Ameaças (T)

  • Quais mudanças aconteceram no mercado que podem te impactar negativamente?
  • Houve mudanças de legislação?
  • Alguma mudança no cenário macroeconômico que te prejudique?
  • Algum novo concorrente que possa te ameaçar?

Não se assuste se não souber citar, logo de cara, a resposta de cada uma dessas peguntas. Pelo contrário: o importante é parar para refletir sobre cada uma delas e buscar informações para embasar corretamente as respostas. 

Como obter as respostas da sua análise SWOT

Para ajudar a encontrar as respostas e aprender de fato como fazer análise SWOT, você vai precisar levantar muitos dados.

Os dados vão partir de levantamentos internos, da própria gestão responsável por cada área ou etapa do planejamento. Dados de pesquisas de clima organizacional, por exemplo, podem ser um bom ponto de partida. Ouvindo a opinião dos próprios colaboradores fica muito mais fácil visualizar gargalos que representam as ameaças do seu negócio.

Também é muito importante ficar de olho no que os outros estão fazendo. Os outros, no caso, são os concorrentes diretos e indiretos.

Uma boa análise da concorrência pode ajudar a encontrar oportunidades para continuar crescendo e deixar os competidores para trás.

O importante no aprendizado de como fazer análise SWOT é isso. Embasar cada resposta para que elas sirvam de guias reais dos objetivos de negócio.

Análise SWOT no planejamento estratégico: por que se preocupar

A análise SWOT é uma ferramenta que, como já foi dito acima, simplifica a visão atual e a projeção de futuro do planejamento de um negócio. Por ser tão simplificada, é possível que alguns erros passem batidos por quem desenha sua matriz dessa forma.

É claro que a análise SWOT tem benefícios claros para seu planejamento. Ela é simples e fácil de fazer, assim como de fácil compreensão. Além disso, a ferramenta foca nos principais fatores internos e externos que afetam a empresa diariamente, enquanto ajuda a identificar objetivos futuros.

A partir disso, porém, alguns cuidados deve ser tomados. Para começar, não deixe que os fatores sejam descritos de maneira muito ampla na sua matriz. Não adianta citar, por exemplo, alguns desafios genéricos que toda empresa enfrenta.

O importante é focar no que realmente sua empresa precisa hoje e no que almeja para o futuro. Isso, é claro, partindo de um ponto de vista realista e sempre baseado em dados. 

Outro ponto importante é ficar de olho na análise e, mais ainda, na manutenção da matriz ao longo do tempo. Não é simplesmente desenhar a matriz e esquecer dela. É preciso que ela gere planos de ação, conclusões reais e, claro, seja revista de tempos em tempos.

A Análise SWOT não precisa ser feita do zero em todo o planejamento estratégico, mas como o cenário está em constante mudança, é bom reavaliar suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças. Ameaças podem deixar de existir, fraquezas podem se tornar fortalezas e novos fatores podem entrar na equação.

Para dar o próximo passo na elaboração da análise SWOT correta, uma dica importante é começar com uma análise de mercado. Com a visão que esse estudo dá, é possível preparar o campo para analisar cada ponto do seu negócio, interna e externamente.

E para te ajudar nessa etapa, o Opinion Box tem o material certo para você. Clique no banner abaixo e aprenda a fazer uma análise de mercado simples, completa e com os dados mais valiosos!

Também poderá gostar de:

Liderança nas empresas: como a cultura de dados pode ajudar na gestão ... O papel da liderança nas empresas modernas vem sendo amplamente discutido mundo afora. Um bom líder deve reunir muitas c...
O que é posicionamento de marca, como definir o seu e o que fazer depo... Muito se fala sobre posicionamento de marca e sua importância. Mas a verdade é que pouca gente realmente sabe o que é po...
AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.