As tendências da Transformação Digital em 2019

Tiago Magnus (Autor convidado)
As tendências da Transformação Digital em 2019

Geralmente, quando falamos de tendências de Transformação Digital, guiamos a conversa para o lado do planejamento. No entanto, aqui, vamos comparar aspectos presentes no ano passado com o desse novo ano. Com base nessa descrição, você vai entender de forma mais clara os conceitos envolvidos na transformação que valiam no ano que passou e agora precisam ser reformulados.

Por mais empolgantes que sejam as tecnologias que vão ganhar força nesse ano, o importante é entender o contexto que as coloca em destaque, porque é essa compreensão que permite pensar em alternativas para o empreendimento. Confira de uma vez as novas tendências e aproveite as oportunidades que elas gerarão em 2019!

Uma abordagem conceitual das tendências 2019 para seu novo mindset

Tudo começa com o mindset quando falamos em mudanças e inovação. Não é possível cogitar a execução de algo novo se mantivermos uma forma antiga de pensar. Desse ponto de vista, é preciso observar que a simples adoção das novas tecnologias é uma forma de ceder à pressão de “fazer mais com menos”.

Não se trata de negar a necessidade de otimização de recursos. Afinal, quanto melhor eles forem aproveitados, melhores serão os resultados de lucratividade e desempenho operacional. Além disso, o aumento de produtividade, especialmente pela automação, permite que as pessoas foquem no que importa, como a retenção de talentos e a melhora de experiência do cliente.

No entanto, é na capacidade de gerar um valor superior para o consumidor, ao melhorar a experiência de compra e uso, fortalecer o relacionamento com eles e, essencialmente, oferecer uma solução melhor do que a concorrência, que as empresas conquistam posicionamento de destaque.

Veja o caso da Apple. A eficiência operacional é certamente um requisito importante, mas ela tem efeito e se refere mais a questões internas sobre como executar melhor suas atividades, do desenvolvimento até a comercialização. Contudo, não é essa característica que faz com que os consumidores valorizem a empresa. A Transformação Digital acontece de verdade quando as pessoas são fidelizadas por uma facilidade nova, que melhora suas vidas.

No processo de transformação que ocorreu até o momento, as empresas puderam perceber alguns dos entraves em relação à mudança, especialmente a influência negativa de um mindset antigo. Os executivos dessas empresas desejam mudá-lo e se dedicarão a isso em 2019. Eles apontam, inclusive, que aspectos culturais e a falta de colaboração formam mais de 50% das barreiras no processo de transformação.

Esse desejo impulsiona algumas tendências bastante pontuais. Dentre elas, está a necessidade de se comprometer com a inovação. Enquanto ela estiver delegada a profissionais com pouca autonomia de decisão, permanecerá limitada. Vejamos outras delas de forma comparativa ao ano de 2018:

Um rápido “antes e depois”: mudanças de 2018 para 2019

Chatbots melhores

O ano que passou marcou a adoção dos chatbots no atendimento, mas com limitações. Daqui para frente, essa tecnologia tende a adotar cada vez mais recursos de Inteligência Artificial. Como consequência, a experiência do cliente melhorará, e o atendimento se humanizará. Será como se você fosse atendido por um vendedor chato, e ele fosse substituído por outro, mais inteligente e preocupado com o seu problema.

Multicloud

Os provedores de serviço na nuvem já perceberam a necessidade de ofertar soluções diversificadas entre redes privadas, públicas e híbridas. Você perceberá ofertas mais diversificadas dessas soluções em 2019.

Adoção da blockchain

A blockchain declarará a sua independência das criptomoedas em 2019. Com novas aplicações e o desenvolvimento contínuo de soluções cada vez mais fáceis de usar, as pessoas perceberão o potencial dessa tecnologia, que tem grande potencial disruptivo.

Maior aproveitamento de dados

O crescimento da quantidade de dados disponíveis tem sido exponencial, mas nossa capacidade de aproveitá-los não tem acompanhado o ritmo. Isso ficou muito claro no ano que passou, e a tendência é a de que, ao menos em alguma medida, busquemos reverter isso com a ajuda do deep learning.

A expectativa é a de que, em 2019, 30% das grandes empresas começarão a gerar receita de dados como serviço por causa da IA, e de que 40% das iniciativas de Transformação Digital usem desses recursos.

Maior valorização da privacidade

2018 marcou a regulamentação governamental do uso de dados pessoais e a preocupação com a privacidade em todo o mundo. Novas leis foram criadas, inclusive no Brasil, e nem todas as empresas se adaptaram. Como o tema acabou de ser colocado em evidência, essas organizações deverão sentir o efeito no decorrer de 2019, pois o consumidor tende aumentar o valor que dá a sua privacidade em razão delas.

Realidade aumentada

As aplicações de realidade aumentada mostraram o quanto podem ser benéficas, especialmente em soluções de treinamento de colaboradores e até em escolas tradicionais. Sua aplicação tende a se intensificar como forma de ampliar os horizontes de informação de profissionais em treinamento, alunos e clientes. No entanto, ainda teremos que esperar para que a realidade virtual seja escalada na mesma proporção.

“Coisas” conectadas

A IoT acelerará o seu crescimento e estará cada vez mais interconectada com outros recursos, especialmente com o aprendizado de máquina. Aliás, se existe uma tendência sobre a qual não existe muita dúvida é o crescimento da IA. Segundo pesquisa da Appian relacionada ao futuro do trabalho, a visão dos entrevistados é:

  • 54% deles já começaram ou planejam implantar o aprendizado de máquina;
  • 41% planejam implementar a AI em 2019.

Uso estratégico do SaaS

Com o crescimento da indústria “as a service”, as empresas estão cada vez mais criteriosas na escolha de serviços de TI avulsos. Além disso, tendem a usar ainda mais as ofertas de soluções como serviço para melhorar a agilidade, a escalabilidade e a versatilidade.

Para concluir, vale refletir sobre como cada uma dessas tendências de transformação digital se relaciona com as pessoas. Como apontei no início do texto, essa percepção é o fator central na construção de um mindset transformador. Essencialmente, isso implica em como devemos pensar para aplicar a tecnologia de forma humanizada.

Para se aprofundar no tema, entenda (agora sim) como planejar o processo de Transformação Digital da sua empresa em 2019!

Também poderá gostar de:

Digital branding: como fortalecer sua marca na internet com o e-brandi... Como fazer a gestão da sua marca na era do digital e do mobile? A resposta é fácil: com digital branding. Conheça essa p...
Neuromarketing: como o cérebro influencia o comportamento do consumido... Você sabia que o cérebro influencia o comportamento do consumidor? Entenda o conceito de neuromarketing e como ele influ...
AUTOR
Tiago Magnus (Autor convidado)

Tiago Magnus (Autor convidado)

Atuou nos últimos 10 anos em projetos digitais, trabalhando com marcas como Lenovo, Carmen Steffens, Mormaii, VTEX, Carrefour, Centauro, e como sócio de uma das principais agências digitais do Brasil. Hoje, é Diretor de Transformação Digital na ADVB e está à frente do portal TransformacaoDigital.com, empreendendo para democratizar o futuro.

Daniela Schermann
Receba nossas novidades por e-mail