Quando você NÃO deve fazer pesquisas de mercado

Pedro D'Angelo
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Quando você NÃO deve fazer pesquisas de mercado

Nós já falamos aqui no blog porque sua empresa deve fazer pesquisas de marketing e demos dicas do que você precisa saber antes mesmo de começar a criar seu questionário. Mesmo sabendo de tudo que seu negócio pode conseguir através dos resultados de uma pesquisa de mercado, nem sempre é hora de elaborar um questionário e coletar respostas. Pelo contrário, existem ocasiões em que a decisão correta é justamente não fazer pesquisas.

Por isso, para que você economize tempo e dinheiro, vamos mostrar alguns exemplos de situações em que é melhor não fazer uma pesquisa de mercado na sua empresa:

Quando não tiver um objetivo bem definido

O primeiro passo na hora de realizar pesquisas de mercado é traçar um objetivo. Ou seja, identificar um problema claro que você quer resolver com aquele questionário.

Ao planejar sua pesquisa, é normal que surjam muitas perguntas que você quer que sejam respondidas para garantir o sucesso do seu negócio. Mas não vale querer tirar todas as suas dúvidas de uma vez, em uma só pesquisa. Um questionário sem um foco bem definido não gera resultados proveitosos. É preciso aprofundar seu estudo em pontos específicos que respondam uma questão inicial – qualquer que seja a natureza dela.

Se você pretende pesquisar a aceitação do nome e do logotipo da sua marca, não tente aproveitar o mesmo questionário para medir a satisfação dos seus clientes com o seu preço, por exemplo. Para fugir disso, a dica é clara. Foque no ponto principal e amadureça seu objetivo até que ele fique o mais claro e direto possível.

Quando você não está preparado para agir

Os resultados de uma boa pesquisa de mercado oferecem os caminhos ideais para que seu negócio possa crescer e prosperar. Com os insights certos, você consegue identificar exatamente quem é o seu público-alvo, quais são as oportunidades do seu mercado, como sua marca se posiciona perante a concorrência, e muito mais. Mas não basta apenas receber os resultados.

Quando sua coleta termina, é hora de dedicar tempo para analisar as respostas e pensar nos próximos passos. Logo depois, é hora de agir. Os resultados por si só não vão fazer diferença. Por isso, é preciso que junto com eles venham as ações que devem ser executadas.

Por isso, antes de pensar em fazer uma pesquisa de mercado, faça um exercício. Avalie bem se você também está preparado para agir de acordo com o que as suas respostas te apresentarem. Se uma pesquisa de mercado aponta que os clientes não estão satisfeitos com a identidade do seu negócio, por exemplo, o que fazer? Você precisa estar preparado para reformular sua marca a fim de atender melhor as expectativas do público.

Recomendado para você: [INFOGRÁFICO] Como criar um questionário de pesquisa infalível

Quando você não está pronto para lidar com críticas

Quando você realiza uma pesquisa, pessoas anônimas e imparciais dão sua opinião sobre seu negócio ou produto. Você quer que as respostas dessas pessoas sejam o mais sinceras possíveis, correto? Mas e se as opiniões delas forem muito diferentes das suas, ou se elas tiverem mais críticas do que elogios para dar? Ao realizar uma pesquisa de mercado, você precisa estar preparado para lidar com todas as opiniões que vierem junto com os resultados.

Dificilmente, uma amostra aleatória, que não possui o mesmo conhecimento e envolvimento emocional que você com a sua marca, vai ter as mesmas percepções sobre uma campanha ou um novo lançamento de produto, por exemplo. E por isso mesmo é tão importante realizar uma pesquisa de mercado.

Para ajudar a lidar com críticas que eventualmente podem aparecer nos seus insights, pense que elas são, essencialmente, construtivas. Partindo da ideia de que você realizou sua pesquisa com o público certo, cada respondente deve ser ouvido com atenção. Independentemente de ter dito – ou não – o que você esperava do seu estudo.

Se o seu projeto de pesquisa não estiver preso em nenhuma dessas situações, parabéns! Isso quer dizer que é hora de começar a pensar nas suas perguntas. Para isso, confira nosso infográfico que ensina a criar o questionário infalível . Se ainda ficar alguma dúvida, entre em contato com a nossa equipe agora mesmo.

Quando você NÃO deve fazer pesquisas de mercadoQuando você NÃO deve fazer pesquisas de mercadoQuando você NÃO deve fazer pesquisas de mercadoQuando você NÃO deve fazer pesquisas de mercado

Também poderá gostar de:

6 erros imperdoáveis na hora de fazer uma pesquisa de mercado Fazer uma pesquisa de mercado não precisa ser complicado, mas é preciso tomar alguns cuidados durante o processo para qu...
5 dicas para fazer uma pesquisa de mercado online de sucesso Se você vai fazer uma pesquisa de mercado online pela primeira vez, antes de mais nada, parabéns! Este é o primeiro pass...
AUTOR
Pedro D'Angelo

Pedro D'Angelo

É jornalista, mas decidiu aventurar-se com Marketing. Aqui no Opinion Box, cuida de Projetos e Relacionamento com o Cliente. Hiperativo e curioso por natureza, fala sobre qualquer assunto. Por isso, achou uma boa ideia sentar para escrever sobre eles.

Pedro D'Angelo
Receba nossas novidades por e-mail