Pesquisas digitais x pesquisas por telefone

Daniela Schermann
Pesquisas digitais x pesquisas por telefone

As pesquisas digitais estão se tornando cada vez mais populares aqui no Brasil e revolucionando as formas de se fazer pesquisas em todo o mundo. Ainda assim, há muitas pessoas e empresas que preferem fazer pesquisas por telefone e ficam com dúvida se utilizar o meio digital realmente é uma boa opção.

Quase sempre é assim: quando surge uma nova tecnologia, um serviço inovador ou uma tendência muito diferente, a primeira reação é a desconfiança: “Isso não vai dar certo” ou “Eu não preciso disso”. Logo a novidade começa a fazer sucesso, se torna indispensável e então vem a pergunta seguinte: “Será que isso vai acabar com os produtos ou serviços similares que existiam antes dele?”. E aí as opiniões se dividem, e só o tempo poderá dizer quem estava certo.

Estamos vivendo essa discussão atualmente com o Uber e os táxis, a Netflix e a TV a cabo e vários outros produtos e serviços. No mundo da pesquisa de mercado, não é diferente. Passamos por isso diversas vezes.

Pesquisas por telefone x pesquisas presenciais

Quando surgiram as pesquisas por telefone, os clientes questionavam que era importante olhar nos olhos dos entrevistados e que o telefone era muito impessoal. Por isso, as respostas estariam comprometidas e os resultados não teriam validade. Algum tempo depois, após inúmeros testes, estudos e análises, descobriu-se que o telefone não alterava o resultado da pesquisa, e tornava a pesquisa mais rápida e barata em relação às pesquisas presenciais.

Então, as pessoas começaram a questionar se as pesquisas presenciais iriam acabar. No entanto, até hoje inúmeras pesquisas presenciais são feitas em todo o mundo.

Pesquisas digitais x pesquisas por telefone

Muitas empresas e profissionais, em um primeiro momento, se mostraram resistentes às pesquisas online. O principal receio era com relação à ausência do entrevistador. Parecia ser impossível eliminar este importante elemento do processo de pesquisa. Além disso, como confiar nas informações? Novamente, testes de amostragem foram feitos, com os mesmos questionários sendo realizados online e por telefone, e os resultados encontrados eram os mesmos, dentro da margem de erro e do nível de confiança.

Vantagens da pesquisa online

Checagem e auditoria

Felizmente, o mundo digital nos permite importantes mecanismos de checagem e auditoria das respostas. No nosso painel de respondentes, por exemplo, nós verificamos o tempo que a pessoa demora para responder o questionário e a aleatoriedade das alternativas. Se um entrevistado responde muito mais rápido do que o tempo médio do questionário, se está marcando apenas a alternativa B, por exemplo, ou se apresenta qualquer outro comportamento considerado suspeito, suas respostas são excluídas do banco de dados final.

Recomendado para você: Quando fazer sua pesquisa de mercado com um painel de respondentes

Além disso, para se cadastrar no nosso painel, o usuário precisa fornecer o CPF, que é validado na Receita Federal para nos certificarmos de que as informações fornecidas pela pessoa estão corretas. Periodicamente, os dados de cadastro são novamente conferidos, para confirmar que quem está respondendo a pesquisa é mesmo o usuário que se cadastrou.

Custo mais acessível

Uma operação de Call Center é extremamente cara, tanto pelo custo de telefonia quanto pelo custo da equipe de entrevistadores. A logística de uma pesquisa presencial também envolve um custo elevado. Por esses motivos, a pesquisa online se torna a opção mais barata, e em alguns casos, pode ser feita inclusive gratuitamente.

Além disso, ao realizar a auditoria e checagem de forma automatizada, você também reduz o custo, sem precisar de profissionais envolvidos nesse processo.

Resultados mais rápidos

A pesquisa digital permite uma coleta de dados muito mais rápida do que qualquer outra forma de coleta. No painel do Opinion Box, por exemplo, nós garantimos a entrega dos resultados em até 5 dias úteis, e você ainda pode acompanhar os resultados em tempo real.

Mas e as pesquisas por telefone?

Isso significa que as pesquisas por telefone vão acabar? Claro que não! Da mesma forma que as pesquisas presenciais continuam existindo até hoje, as pesquisas por telefone também sempre existirão. O canal de coleta que será utilizado vai depender do objetivo da pesquisa e do público que se pretende atingir.

Em alguns casos, é muito difícil encontrar um público no ambiente online. Em outros, você vai ter um mailing que só possui os números de telefone, e não vai ter os emails daquele público. Vai ter situações em que a pesquisa precisará ser realizada no ponto de venda, e aí você vai precisar fazer a pesquisa de forma presencial.

O interessante é que todas essas formas de pesquisa – por e-mail, por telefone, via painel de respondentes, presencial e até por aplicativo – estão disponíveis para que você encontre as respostas que precisa.

Também poderá gostar de:

7 mitos de pesquisa de mercado para esquecer imediatamente Nós já explicamos aqui no blog porque você deve realizar pesquisas de mercado e até ensinamos como elaborar o questioná...
Quanto custa uma pesquisa de mercado? Será que pesquisa de mercado é tão caro como você está imaginando? Descubra quanto custa uma pesquisa de mercado neste p...
AUTOR
Daniela Schermann

Daniela Schermann

Jornalista e Líder de Marketing do Opinion Box, é especialista em Inbound Marketing e entende tudo sobre pesquisa e comportamento do consumidor. Prefere ser chamada só de Dani e está sempre aprendendo alguma coisa nova.

Daniela Schermann
Receba nossas novidades por e-mail