Pesquisa sobre o dia da mulher: Respeito, igualdade de gêneros e assédio

Daniela Schermann
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Pesquisa sobre o dia da mulher: Respeito, igualdade de gêneros e assédio

No dia 8 de março, é comemorado o dia internacional da mulher. Em 2017, a data foi marcada por manifestações em todo o mundo, muitas marcas realizando campanhas com foco no empoderamento feminino e na luta contra o assédio e alguns deslizes. Aqui no Opinion Box, nós aproveitamos para fazer uma pesquisa sobre o Dia da Mulher, e hoje vamos compartilhar os resultados com vocês.

A pesquisa foi realizada no próprio dia 8 de março com 2.010 internautas do nosso painel de respondentes, sendo 55% mulheres e 45% homens. Foram entrevistadas pessoas de todas as classes sociais dos 26 estados e do Distrito Federal .

O objetivo da pesquisa sobre o dia da mulher foi ouvir a opinião de diferentes pessoas sobre a data, a diferença de gêneros e outros assuntos relacionados ao empoderamento feminino. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%.

Pesquisa sobre o dia da mulher

83% dos entrevistados consideram o dia da mulher muito importante, independentemente do gênero. Quando perguntamos por que o dia da mulher é importante, 65% dos homens afirmam que é uma data de homenagem e 27% consideram uma data de luta. Já entre as mulheres, o primeiro número cai para 51% e o segundo aumenta para 42%.

Além disso, nós listamos uma série de causas ligadas à questão da mulher, e perguntamos quais delas deveriam ser discutidas. Tanto entre as mulheres quanto entre os homens, em primeiro lugar ficou a questão da violência contra a mulher, com 74% dos entrevistados sinalizando a importância desse tema. O assédio moral e sexual ficou em segundo lugar em ambos os sexos, com 64% dos internautas assinalando essa opção.

Alguns temas, no entanto, foram menos apontados pelos homens do que pelas mulheres. A diferença salarial entre os gêneros foi um deles: 61% das mulheres consideram essa causa importante, mas apenas 48% dos homens sinalizaram este tema. Além disso, 42% das mulheres apontaram a cultura do estupro, enquanto 33% dos homens escolheram essa opção.

Respeito à mulher

Apenas 21% das mulheres se sentem muito respeitadas pelos homens à sua volta, sejam eles conhecidos ou não. Por outro lado, 80% dos homens afirmam que respeitam muito as mulheres à sua volta, conhecidas ou não.

A boa notícia é que apenas 1% das mulheres se sentem muito desrespeitadas. 46% disseram que se sentem respeitadas, 9% se sentem desrespeitadas e 23% não se sentem nem respeitadas nem desrespeitadas.

Assédio sexual e moral

Apenas 14% das entrevistadas afirmam que nunca sofreram nenhum tipo de assédio. 7 em cada 10 afirmam que já foram assediadas ao andar na rua, 48% destacaram o assédio no transporte público e 33% ao sair à noite, em um bar ou balada.

Chama a atenção que 18%, ou seja, quase um quinto das entrevistadas, disseram que já foram assediadas por algum familiar. Além disso, 34% já sofreram assédio no próprio local de trabalho e 32% na escola ou na faculdade.

Ao perguntar aos homens se eles já assediaram ou costumam assediar mulheres, 1 em cada 5 admitiram que sim.

Divisão de tarefas

Na sua casa, quem lava a louça? E quem faz a faxina? Buscamos entender se homens e mulheres enxergam a divisão de tarefas dentro de casa da mesma forma. Os resultados, porém, mostram uma grande diferença.

70% dos homens acham que ambos costumam lavar a louça e 60% deles acreditam que os dois são responsáveis pela limpeza da casa. Entre as mulheres, no entanto, 46% acham que os dois lavam a louça e 36% acham que tanto o homem quanto a mulher limpa a casa.

41% dos homens acreditam que os dois passam a roupa e 56% afirmam que o casal é quem cuida dos filhos. Já entre as mulheres, 21% enxergam que os dois passam a roupa e 39% acham que ambos cuidam dos filhos.

Conclusões

As questões relacionadas ao empoderamento da mulher, as causas feministas e a igualdade de gêneros vem ganhando cada vez mais destaque na mídia e no cotidiano das pessoas.

Este é um tema que merece destaque e relevância e precisa ser tratado com muita seriedade. Em uma outra pesquisa realizada pelo Opinion Box em parceria com a Expertise, alguns dados chamam a atenção: 96% dos entrevistados reconheceram que há diferença entre homens e mulheres no Brasil e 3 em cada 4 respondentes concordaram que o Brasil é um país machista. Além disso, um terço dos homens se reconheceram como pessoas machistas.

Os dados mostram como ainda há muito a avançar para que as mulheres se sintam respeitadas e não ameaçadas. Esperamos que os resultados dessa pesquisa sobre o dia da mulher ajudem homens e mulheres a refletir sobre o tema.

Pesquisa sobre o dia da mulher: Respeito, igualdade de gêneros e assédioPesquisa sobre o dia da mulher: Respeito, igualdade de gêneros e assédioPesquisa sobre o dia da mulher: Respeito, igualdade de gêneros e assédioPesquisa sobre o dia da mulher: Respeito, igualdade de gêneros e assédio

Também poderá gostar de:

AUTOR
Daniela Schermann

Daniela Schermann

Jornalista e Líder de Marketing do Opinion Box, é especialista em Inbound Marketing e entende tudo sobre pesquisa e comportamento do consumidor. Prefere ser chamada só de Dani e está sempre aprendendo alguma coisa nova.

Daniela Schermann
Receba nossas novidades por e-mail