Nome de empresas: 5 pontos que você deve levar em conta na hora de escolher

Daniela Schermann
Nome de empresas: 5 pontos que você deve levar em conta na hora de escolher

Quem quer abrir uma empresa sabe que um dos desafios é encontrar um nome para batizar o novo negócio. Mais do que se preocupar em encontrar um nome criativo ou que esteja alinhado com a visão do futuro empreendimento, existem algumas questões muito importantes que precisam ser consideradas quando o assunto é nome de empresas.

Por isso, hoje nós vamos dar algumas dicas para ajudar você a escolher o nome de empresa ideal, e também vamos mostrar 5 pontos que precisam ser avaliados antes de decidir qualquer nome.

Vamos lá?

Nome de empresas: como criar

Não existe uma receita de bolo pronta para definir nome de empresas. Isso vai depender do tipo de negócio e até da personalidade dos empreendedores. Há quem prefira nomes criativos ou engraçados, outros optam por nomes diretos e objetivos. Siglas e palavras estrangeiras também são muito utilizadas.

Independentemente do caminho que escolher, é importante refletir se o novo nome transmite, ainda que indiretamente, a visão da empresa. Lembre-se que o nome, muitas vezes, é o primeiro contato que o seu cliente vai ter com a marca.

Por isso, um bom caminho para iniciar a busca pelo nome perfeito é fazer uma lista dos atributos que o novo negócio vai ter. Quais dores ele resolve? O que ele entrega de valor? Qual o diferencial? Será uma marca jovem e descolada ou uma identidade que precisa transmitir confiança e credibilidade? Vá anotando essas e outras respostas, até encontrar palavras e termos que poderão compor o nome da nova empresa.

Atenção à pronúncia e ortografia

Outro ponto importante, que muitas vezes não é levado em consideração ao se definir nome de empresas, é se a pronúncia e a escrita são simples. Imagine, por exemplo, que toda vez que seu vendedor ligar para um potencial cliente, ele vai precisar se apresentar e dizer o nome da marca que representa. A pessoa do outro lado da linha vai entender facilmente o que ele vai dizer?

E ao dar seu email corporativo para alguém? Você terá que soletrá-lo letra a letra, correndo o risco da pessoa anotar errado e nunca conseguir enviar a mensagem que você está esperando? Quem vir a placa da sua loja e ler o nome escrito, vai conseguir repeti-lo com a pronúncia correta para outra pessoa? Essas são questões que precisam ser levadas em consideração, pois facilitam muito o dia a dia.

Recomendado para você:  Como fazer pesquisa de mercado para abertura de novas empresas

Nome de empresas: dicas

Levando em conta os itens acima, você pode fazer uma lista de nomes de empresas possíveis. Agora, para escolher o grande vencedor, você precisa ficar atento nas dicas abaixo:

1. Benchmarking da concorrência

Faça uma lista com o nome dos seus principais concorrentes, diretos e indiretos. Pesquise por seus slogans e peças de comunicação, para ter certeza que seu nome não é muito semelhante ao nome ou ao conceito de comunicação de nenhum deles.

Você precisa começar se diferenciando, e um nome que pode ser facilmente confundido com o do concorrente não é a melhor forma de se destacar no mercado. O nome da sua empresa precisa ser único e inconfundível.

2. INPI: Consulta de registro de marca

Muita gente comete o erro de definir o nome da empresa, criar a logomarca e algumas vezes até começar a divulgá-la antes de fazer uma consulta no INPI.

O INPI é o Instituto Nacional de Propriedade Intelectual, ou seja, é o órgão responsável pelo registro de todas as marcas e patentes brasileiras. Todas as marcas precisam ser registradas no INPI, por isso, é fundamental verificar se o nome que você escolheu para a sua marca está disponível no INPI.

A pesquisa é rápida e pode ser feita online, no próprio site do INPI. Certifique-se de que o nome escolhido está disponível e, após a definição completa do nome e da marca, não se esqueça de registrá-lo, para evitar cópias, plágios e processos jurídicos.

3. Pesquisa de mercado com seu público-alvo

Imagine esse terrível cenário: você escolheu um nome que achou perfeito para a sua marca. Registrou, criou o logotipo, fez uma placa para a fachada da loja, imprimiu sacolas, cartões de visita e até camisetas para os funcionários com a nova logomarca.

Mas, algum tempo após a operação, descobriu que os consumidores associam o nome escolhido a um atributo negativo. Ou, pior ainda, que o consideram ofensivo. Se você acha que isso não é muito fácil de acontecer, saiba que, infelizmente, uma empresa pode fracassar apenas por causa de um nome mal escolhido.

Pode acontecer de se inventar um termo para o nome de empresa, sem saber que em outra língua ele tem um significado pejorativo. Sem perceber, pode-se escolher uma palavra que tem grafia ou sonoridade semelhante a outra, que tem um conceito bem negativo por trás.

Pode acontecer, ainda, dos consumidores simplesmente não gostarem do nome. Ou, pior ainda, acharem que ele se refere a outro ramo de atividade, completamente diferente do seu. Lembre-se que, ao criar uma empresa e um nome, você está muito envolvido naquele processo, já conhece o produto e a história por trás da ideia. Mas os consumidores não.

Por isso, a referência que você e seu público-alvo tem da marca ou produto podem ser completamente diferentes. A melhor forma de escolher com segurança, sem ter dores de cabeça no futuro, é fazer uma pesquisa de mercado para testar nomes de empresas.

Como fazer pesquisa de mercado para testar nome de empresas

Essa é uma pesquisa muito simples e acessível de fazer. Você não precisa de uma amostra muito grande e, na maioria das vezes, pode fazer com consumidores em geral, sem precisar segmentar o público.

No Painel de Respondentes do Opinion Box, por exemplo, você poderia fazer essa pesquisa em poucos dias e ter certeza de que o nome escolhido vai agradar seu público final.

Como fazer um questionário para testar nome de empresas

Para criar seu questionário, cadastre-se gratuitamente na plataforma do Opinion Box. Explique em poucas palavras, no início da pesquisa, qual o ramo de atividade do seu negócio, para contextualizar os respondentes. Faça uma lista dos possíveis nomes e peça para os entrevistados apontarem quais eles mais gostam. Depois, peça para eles explicarem o que motivou sua escolha.

Além disso, peça para eles avaliarem individualmente um ou dois nomes que são de sua preferência. Peça para eles darem uma nota de 1 a 5 para o nome de empresa que você elegeu, em que 1 significa não gosto nem um pouco e 5 significa gosto muito. E depois peça para eles dizerem qual a primeira coisa que lhes vem à cabeça ao ler aquele nome.

Você pode obter insights decisivos para escolher o nome da sua empresa.

4. Domínio na internet disponível

Se você está montando um negócio, provavelmente vai querer ter um site da sua empresa. Por isso, é importante pesquisar se o domínio do nome que você está avaliando está disponível.

Assim como o INPI, essa é uma consulta bem rápida, que você pode fazer nesse site de registro. Se encontrou um domínio disponível, registre-o mesmo que ainda não tenha certeza do nome. Se fizer sentido, pesquise se o domínio .com também está disponível.

Vale também pesquisar nas principais redes sociais, como Facebook, Twitter e Instagram, se não tem nenhuma outra marca usando o seu nome.

5. SEO

Praticamente qualquer empresa hoje quer ser encontrada no Google. Existem alguns nomes de empresa, no entanto, que são termos tão comuns, que não existe trabalho de SEO que vá conseguir colocar a sua marca na primeira página do Google.

Por isso, é importante fazer uma pesquisa rápida. Digite o nome que está considerando no Google e veja quais são os resultados que aparecem na primeira página.

Como escolher nome de empresa

Após seguir essas dicas, você terá muitos mais argumentos para escolher o nome de empresa de forma segura. É claro que, neste caso, existe uma parte que é intuição, gosto e bom senso. Mas certamente esses pontos acima são fundamentais para que você faça uma escolha com segurança. Siga esses passos e tenha muito sucesso no seu novo empreendimento!

Também poderá gostar de:

Pesquisa de mercado para PMEs Importância da pesquisa de mercado para as PMEs Muita gente acha que apenas grandes empresas podem fazer pesquisa de me...
Como fazer pesquisa de mercado para abertura de novas empresas Se você acredita que tem uma ideia inovadora para um negócio, encontrou uma boa oportunidade para empreender ou percebeu...
AUTOR
Daniela Schermann

Daniela Schermann

Jornalista e Líder de Marketing do Opinion Box, é especialista em Inbound Marketing e entende tudo sobre pesquisa e comportamento do consumidor. Prefere ser chamada só de Dani e está sempre aprendendo alguma coisa nova.

Daniela Schermann
Receba nossas novidades por e-mail