Opinion Box e Mobile Time pesquisam: Mensageria no Brasil e a onipresença do WhatsApp

Daniela Schermann
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Opinion Box e Mobile Time pesquisam: Mensageria no Brasil e a onipresença do WhatsApp

Quanto tempo você já passou no WhatsApp hoje? A nova pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion: Mensageria no Brasil concluiu que 69% dos brasileiros passam mais tempo no WhatsApp do que vendo TV, ouvindo rádio ou lendo jornais e revistas. O estudo, que chegou à sua quarta edição, desvenda o comportamento do consumidor em relação aos serviços de mensagens.

A pesquisa, realizada em parceria pelo Opinion Box e pelo Mobile Time, entrevistou 1.914 brasileiros que acessam a internet e possuem smartphone, respeitando as proporções de gênero, idade, renda mensal e distribuição geográfica desse grupo. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%.

Veja quais foram os principais resultados dessa edição da pesquisa de mensageria:

A onipresença do WhatsApp

“O WhatsApp está para os smartphones do Brasil da mesma forma que a TV Globo está para os televisores”. Essa frase do Fernando Paiva, editor do Mobile Time, exprime a onipresença do aplicativo. 98% dos internautas brasileiros com smartphones tem o WhatsApp instalado no seu aparelho. Além disso, 97% dos que possuem o app afirmam que o utilizam todos os dias ou quase todos os dias para enviar e receber mensagens.

O aplicativo mais querido dos brasileiros é usado, principalmente, para envio de mensagens de texto (97%) e envio de imagens (87%). 79% compartilham mensagens de áudio e 76% o utilizam para enviar e receber vídeos. Além disso, 64% realizam chamadas de voz e 39% fazem videoconferências.

Chamadas de voz: minutos ou aplicativos?

A pesquisa de mensageria também revelou que as pessoas estão cada vez mais utilizando o WhatsApp para realizar chamadas de voz. Como destacamos acima, quase dois terços dos usuários do WhatsApp realizam chamada de voz pelo aplicativo. Destes, 48%, ou seja, praticamente a metade, utilizam mais o serviço de chamadas pelo aplicativo do que o plano de minutos das operadoras para realizar suas chamadas.

Além disso, 59% dos internautas que utilizam o serviço de chamadas pelo WhatsApp o fazem todos os dias ou quase todos os dias. 56% avaliaram a qualidade das chamadas como boas ou ótimas e apenas 11% acham a qualidade ruim ou péssima.

Recomendado para você:  Mobile Time e Opinion Box pesquisam: existe espaço para as empresas utilizarem os aplicativos de mensagens?

Outros serviços de mensageria

O Facebook Messenger é o segundo serviço de mensageria mais utilizado pelos brasileiros e está presente em 81% dos smartphones. Em terceiro lugar, temos o Telegram, que está instalado em 14% dos aparelhos.

Como era de se esperar, o SMS vem caindo em desuso. Mas é curioso notar que, enquanto 44% dos internautas afirmam que nunca ou quase nunca enviam SMS, 54% afirmam que recebem SMS todos os dias ou quase todos os dias.

Relatório completo da pesquisa de mensageria

Quer conferir outros dados e conferir uma análise mais aprofundada dos dados? Ao baixar gratuitamente o relatório da pesquisa de mensageria, você conta com os insights do Fernando Paiva, editor do Mobile Time, além de dados relevantes por idade e sexo.

Quer fazer a sua própria pesquisa de mercado e descobrir dados e informações sobre o comportamento do seu consumidor? Cadastre-se agora mesmo no Opinion Box.

Opinion Box e Mobile Time pesquisam: Mensageria no Brasil e a onipresença do WhatsAppOpinion Box e Mobile Time pesquisam: Mensageria no Brasil e a onipresença do WhatsAppOpinion Box e Mobile Time pesquisam: Mensageria no Brasil e a onipresença do WhatsAppOpinion Box e Mobile Time pesquisam: Mensageria no Brasil e a onipresença do WhatsApp

Também poderá gostar de:

AUTOR
Daniela Schermann

Daniela Schermann

Jornalista e Líder de Marketing do Opinion Box, é especialista em Inbound Marketing e entende tudo sobre pesquisa e comportamento do consumidor. Prefere ser chamada só de Dani e está sempre aprendendo alguma coisa nova.

Daniela Schermann
Receba nossas novidades por e-mail