Lógica: como usar o novo recurso do Opinion Box ao criar o seu questionário

Daniela Schermann
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn
Lógica: como usar o novo recurso do Opinion Box ao criar o seu questionário

Ao criar um questionário de pesquisa de mercado, é muito comum que você queira fazer perguntas diferentes para a pessoa que está respondendo a conforme as respostas que ela for dando em cada questão. Para atender a essa necessidade e deixar as suas pesquisas mais completas, nós lançamos o recurso de lógica.

Mas, antes de aplicar a lógica em seu questionário, é importante conhecer as nossas dicas e saber quando utilizá-lo e como. Reunimos aqui tudo o que você precisa saber para começar a utilizar a lógica no seu questionário:

O que é lógica de questionário?

A lógica de questionário, também conhecida como salto, é um recurso que permite direcionar o respondente a uma determinada questão com base na resposta fornecida por ele em uma pergunta. A lógica permite criar caminhos personalizados para percorrer um questionário, garantindo que quem está respondendo as questões não visualize conteúdos que não sejam direcionados a ele.

Por exemplo, imagine que você tenha a seguinte pergunta em seu questionário: ”Você costuma ir ao cinema?” e as opções de resposta sejam Sim ou Não. Todos os usuários que responderem SIM, serão direcionados à pergunta “Com qual frequência você vai ao cinema?”. O questionário será finalizado para aqueles que responderem NÃO.

Lógica: como usar o novo recurso do Opinion Box ao criar o seu questionário

Quando usar a lógica de questionário?

Segmentação de mailing

Imagine que o dono de uma rede de pizzaria possui um mailing com todos os seus clientes: aqueles que já foram pelo menos uma vez em alguma unidade, todos os que já pediram uma pizza por telefone e também os que já encomendaram o delivery online. Agora imagine que ele quer fazer uma pesquisa apenas com quem já fez o pedido por telefone, mas ele não tem essa informação no mailing. Como fazer?

Com o recurso de lógica, ficou muito simples segmentar o mailing: basta que a primeira questão da pesquisa seja “Você já fez um pedido de pizza por telefone?”. Todos que responderem SIM continuarão respondendo a pesquisa e, para aqueles que responderem NÃO, o questionário termina ali mesmo.

Pergunta de crivo

Agora, imagine que um empreendedor quer lançar um produto voltado para mães e quer testar o conceito do produto, mas não possui mailing. Ele pode fazer uma pesquisa no Painel Opinion Box e selecionar no perfil apenas mulheres.

A primeira pergunta do seu questionário será: “Você possui filhos?”. Da mesma forma que no exemplo anterior, apenas quem responder SIM continuará respondendo a pesquisa.

Recomendado para você: Quando fazer uma pesquisa com o time de especialistas do Opinion Box?

Dois caminhos diferentes de acordo com a resposta

Outra situação em que a lógica pode ser muito útil: você quer avaliar o que as pessoas acharam do novo layout do seu site. A primeira pergunta que você faz, portanto é: “Você gostou do nosso novo site?”. Para aqueles que responderam que não gostaram, você quer entender mais profundamente quais são os problemas. Por isso, você vai perguntar, apenas para quem responder que não gostou, por que ele não gostou, do que ele menos gostou, se ele achou o site confuso, feio, difícil de navegar etc.

Para aqueles que gostaram, você também quer saber mais detalhes, mas você vai fazer outras perguntas. Você quer saber, por exemplo, do que ele mais gostou e se ainda assim ele tem alguma sugestão de melhoria.

Quando não usar a lógica de questionário?

O recurso de lógica é muito útil, mas deve ser usado com cuidado para não dificultar a análise dos dados. Lembre-se que toda vez que você aplica o recurso da lógica, você divide a sua amostra total da pesquisa nos diferentes caminhos que os respondentes podem percorrer. Com isso, sua margem de erro aumenta. Por isso, quando estiver trabalhando com amostras muito pequenas, o recurso da lógica não é recomendado.

Como usar a lógica?

Antes de aplicar a lógica, crie todo o seu questionário, inserindo todas as questões que os respondentes poderão responder. Só então, depois de todas as questões prontas, insira a lógica nas perguntas em que as pessoas poderão seguir caminhos personalizados de acordo com a alternativa de resposta que escolher. Neste caso, você define para qual pergunta ela deve ir de acordo com a resposta que ela escolher.

Depois que você aplicar a lógica em todas as questões que desejar, lembre-se de testar o seu questionário percorrendo todos os caminhos possíveis, para verificar se a programação ficou correta. Confira o nosso tutorial detalhado de como aplicar a lógica aqui.

Dicas e pontos de atenção

  • Planeje-se. Pense com antecedência quais são as questões que irão precisar de lógica e utilize o recurso apenas onde for necessário.
  • Procure manter sua pesquisa simples. Evite utilizar muitas vezes a lógica no mesmo questionário, pois dessa forma, você ramifica demais a sua amostra. Se houver uma alternativa que apenas 1% da sua amostra irá marcar, talvez não seja necessário aplicar a lógica.
  • A lógica está disponível apenas para usuários Basic e Plus. Conheça essa e outras vantagens dos nossos planos aqui.
  • Se ainda tiver alguma dúvida ou precisar de alguma ajuda, não deixe de entrar em contato conosco.
Lógica: como usar o novo recurso do Opinion Box ao criar o seu questionárioLógica: como usar o novo recurso do Opinion Box ao criar o seu questionárioLógica: como usar o novo recurso do Opinion Box ao criar o seu questionárioLógica: como usar o novo recurso do Opinion Box ao criar o seu questionário

Também poderá gostar de:

6 erros imperdoáveis na hora de fazer uma pesquisa de mercado Fazer uma pesquisa de mercado não precisa ser complicado, mas é preciso tomar alguns cuidados durante o processo para qu...
5 termos de pesquisa de mercado que você precisa conhecer Para fazer uma pesquisa de mercado, você não precisa ser um especialista. Basta conhecer algumas técnicas e seguir algum...
AUTOR
Daniela Schermann

Daniela Schermann

Jornalista e Líder de Marketing do Opinion Box, é especialista em Inbound Marketing e entende tudo sobre pesquisa e comportamento do consumidor. Prefere ser chamada só de Dani e está sempre aprendendo alguma coisa nova.

Daniela Schermann
Receba nossas novidades por e-mail